chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

domingo, 6 de novembro de 2011

Crianças atiram objetos no rosto de Jesus Cristo em peça teatral blasfema

Crianças atiram objetos no rosto de Jesus Cristo em peça teatral blasfema

Apresentação polêmica gera discussão sobre a Cristianofobia


Crianças atiram objetos no rosto de Jesus Cristo em peça teatral blasfema

Cristãos de várias partes da Europa estão protestando contra uma peça de teatro considerada blasfema. No final do mês passado, franceses protestavam diante do teatro de Ville, em Paris, com um megafone numa mão e um crucifixo na outra.

Desde a estreia da peça Sobre o conceito do rosto do Filho de Deus, do diretor italiano Romeo Castelluci, têm ocorrido vários protestos que denunciam a cristianofobia.

O motivo maior das críticas é o momento da apresentação em que meninos atiram lixo (sobras de comida e frutas) contra uma grande imagem de Cristo, reprodução do quadro de Antonello di Messina. As palavras o Senhor é o meu pastor também aparecem projetadas sobre a imagem.

video:

O vídeo acima mostra uma manifestação dentro do teatro, quando cristãos subiram ao palco segurando um cartaz que dizia: Cristianophobie, ça Suffit! [Já chega de Cristianofobia!].

A polícia foi chamada para impedir outras manifestações depois desse incidente. Na noite seguinte, apesar de uma segurança maior, as pessoas que chegavam para assistir a peça foram bombardeados com ovos e óleo para desestimulá-los a entrar. Ao longo de quase uma semana de manifestações, a polícia prendeu 135 pessoas para averiguações e três manifestantes por agressões aos agentes de segurança pública.

Em um comunicado, Castelluci comentou de maneira debochada o incidente, parafraseando Jesus “Eu os perdoo, porque não sabem o que fazem… eu os perdoo porque são ignorantes e sua ignorância é muito mais arrogante e prejudicial, pois envolve a fé”. O diretor descreveu sua produção, explicando ser “uma reflexão sobre a decadência da beleza, o mistério do fim”. Disse ainda que tem outras apresentações marcadas para breve em outros teatros europeus e que isso não o impediria de continuar.

Emmanuel Demarcy-Mota, diretor do teatro de Ville, disse não entender o boicote proposto por algumas igrejas, uma vez que a peça já se apresentou em vários países da Europa sem “criar a mínima reação adversa”.

O debate sobre o que é arte e o que é blasfêmia envolveu até mesmo o jornal católico La Croix, que curiosamente fez uma matéria condenando os protestos. O porta-voz da Conferência dos Bispos da França,
Dom Bernard Podvin, condenou a violência usada pelos manifestantes, mas pediu “liberdade de expressão que respeite o sagrado”,


O ministro da Cultura francês, Frédéric Mitterrand, também se manifestou. Ele disse que os protestos “prejudicam um princípio fundamental da liberdade de expressão, algo protegido pela lei francesa”.

Traduzido e Adaptado por Gospel Prime de Guardian e Leparisien
Fonte: Gospel Prime 
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"