TV Boas novas




chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Estudante evangélica é barrada em escola pública por usar saia

Estudante evangélica é barrada em escola pública por usar saia

Uma aluna do curso de Educação Para Jovens e Adultos (EJA) da escola estadual Euclides da Cunha, no Rio de Janeiro, foi proibida pela direção da instituição de frequentar as aulas usando saia. A diarista Ana Cristina Silva Torres, de 37 anos, foi barrada na entrada da escola porque deveria seguir o padrão da escola, com uniforme que é composto por calça, camisa e tênis.

Segundo informações do jornal O Globo, Ana disse que seu hábito de usar saia é uma mescla das doutrinas de sua igreja com sua preferência: “Sou evangélica e a saia é a vestimenta que eu costumo utilizar no meu dia a dia. Não é nem que a religião me obrigue a só usar saia, mas é como eu me sinto bem. A direção da escola foi trocada e o novo diretor disse para mim que não podia abrir mão do uniforme, e que iria cortar o meu nome da lista de alunos matriculados no colégio. E ele nem quis conversar, ouvir meus argumentos. Foi uma situação que me deixou muito magoada”, relatou a aluna.

Há seis anos, Ana Cristina era analfabeta, e decidiu começar a estudar para acompanhar os estudos das filhas. Depois de alfabetizada, tomou gosto pelos estudos e decidiu cursar o supletivo do Ensino Fundamental, e agora, está tentando o diploma do Ensino Médio.

“Essa decisão me pegou de surpresa. [O diretor] falar que iria cortar meu nome da lista [de matriculados] foi um golpe num sonho que eu tenho desde criança, de conseguir me formar. Os meus pais não me deixaram estudar. Hoje, é um objetivo não só meu, como também das minhas filhas. É como se tivessem jogado um balde de água fria na gente”, lamentou a diarista.

A Secretaria de Educação emitiu nota afirmando que “todas as escolas, [das redes] pública ou privada, têm que possuir regras, como o uso do uniforme, para garantir a segurança de toda a comunidade escolar. Os direitos e deveres são para todos, independentemente da religião que professem”, e acrescentou que “caso o diretor abra exceção, terá que liberar para todos, acabando com o uso do uniforme”. A nota ressalta ainda que a única pessoa que se recusou a usar o uniforme no padrão exigido foi a diarista Ana Cristina.

Fonte: Gospel+

Grande congresso do Sebjoc 2014 em Vilhena-RO nesse final de semana



seb4

Um dos Eventos mais aguardados do ano no meio evangélico em Vilhena, começa nesta Quinta-Feira (17), o Sebjoc 2014 (Seminário Bíblico para Jovens Cristãos).

O evento será aberto a todas as idades, para solteiros e casados, e tem como objetivo principal “preparar os jovens e adolescentes para viverem uma vida cristã de plena intimidade com Deus.
Na oportunidade serão abordados os seguintes temas: “O Jovem e a Chamada Ministerial”, com o pastor Ary Paulo da Silva (Vilhena/RO); “Teologia Contemporânea”, com o pastor Silas Queiroz ; “Evangelismo”, com o pastor Elizeu Menezes (Ilha do Governador/RJ); e “Consciências Puras em Tempos Corruptos”, com o pastor Elienai Cabral (Brasília/DF).

Ajustes finais estão sendo realizados para que tudo ocorra como o aguardado.

CRONOGRAMA:
- 17/04 (Quinta-Feira) –19h às 21h;
- 18/04 (Sexta-Feira) – Feriado – Manhã, Tarde e Noite;
- 19/04 (Sábado) – Manhã, Tarde e Noite;
- 20/04 (Domingo) – Manhã.

Informações:
Evangelista Anderson Jacintho de Lima, coordenador da UMADVIL  (União da Mocidade das Assembleias de Deus em Vilhena)
 Telefones: (69) 8119-4099 / (69) 8431-7811 / (69) 3321-1027

seb4

seb5

seb3

seb2

seb


Missionário relata experiência de evangelismo na Península Árabe e diz que “corações muçulmanos estão abertos ao Evangelho”



Missionário relata experiência de evangelismo na Península Árabe e diz que “corações muçulmanos estão abertos ao Evangelho”

Um missionário na Península Árabe, que inclui países como o Kuwait, Arábia Saudita, Catar, Emirados Árabes Unidos, Iêmen e Bahrein, revelou que as estratégias de evangelização junto a muçulmanos devem ser criativas e sutis, pois os seguidores do islamismo “têm o coração aberto ao Evangelho”.

O relato do missionário foi publicado pela Missão Portas Abertas, e seu nome foi alterado para que sua identidade fosse preservada. O missionário John (nome fictício), acordou certo dia com a ideia de deixar exemplares da Bíblia em locais estratégicos, para que fossem encontradas pelas pessoas e então, lidas.

O evangelismo é considerado crime em boa parte dos países árabes, e a necessidade de cumprir o Ide é algo que exige dos missionários muita coragem, determinação e criatividade. John relata que dirigiu-se a um vilarejo onde encontrou pessoas sentadas numa roda, tomando café, e achou que aquele seria uma boa oportunidade de estudar o cenário para iniciar sua missão.

Quando saiu do carro e cumprimentou as pessoas que ali estavam, foi recebido por um senhor chamado Ali, que o ofereceu café. Com a resposta afirmativa, John foi convidado por Ali para acompanhá-lo, e seguiram por um caminho em direção a um vale.

Apreensivo, John seguiu o anfitrião numa caminhada que segundo ele, “pareceu levar horas”. Ao chegarem embaixo de uma árvore, Ali disse que aquele era um de seus lugares preferidos, e pegou um pote, encheu de água e enterrou na areia. John questionou o motivo daquilo, e Ali disse que essa era uma forma de ferver a água, para então, fazer o café.

Enquanto conversavam sobre costumes locais, John notou que havia um livro no centro da árvore, e perguntou a Ali o que era. O anfitrião respondeu que aquele era um livro com histórias fantásticas, que ele costumava ler e gostava de contar aos visitantes que chegavam à sua aldeia.

Quando John pegou o livro, notou que era um exemplar dos Evangelhos, e percebeu que faltavam páginas. Imediatamente, perguntou a Ali se ele gostaria de conhecer as páginas que faltavam. Com a resposta positiva, o missionário pediu licença e correu de volta para o carro, a fim de buscar um exemplar da Bíblia Sagrada em seu automóvel e entregar ao anfitrião.

“Vamos orar com John para que as histórias ganhem vida em Ali e em todos os que as ouvirem, e que se espalhem por todo o Oriente Médio”, convida a Missão Portas Abertas. O missionário relatou que já bebeu café melhores do que o de Ali, fervido na areia, mas ressaltou que nenhum tinha “histórias melhores”.

Fonte: Gospel+

Casal cristão é condenado à morte por “insultar Maomé” via SMS


Casal cristão é condenado à morte por “insultar Maomé” via SMS
Casal cristão é condenado à morte ao "insultar Maomé" via SMS

Um casal cristão foi condenado à morte no Paquistão por terem insultado o profeta Maomé em mensagens de texto. A decisão partiu do tribunal do leste do país, segundo informou uma fonte da polícia local.

O site do ministério Portas Abertas informou que a defesa dos acusados Shafqat Emmanuel e sua esposa, Shagufta Kausar, deve recorrer da decisão.

O casal mora na cidade de Toba Tek Singh, na província de Punjab. Emmanuel trabalhava de vigilante de uma escola e durante o trabalho teria enviando uma mensagem de texto para o celular da esposa que é empregada doméstica.

O teor da mensagem não foi divulgado, mas ambos foram acusados e condenados pela lei da blasfêmia, sendo primeiramente presos e depois condenados à morte.

Em março o cristão Sawan Masih também foi condenado à morte no Paquistão por cometer o mesmo crime. O caso de Masih provocou protestos em Lahore e igrejas e casas de cristãos foram queimados.


O Paquistão é o oitavo país mais opressor aos cristãos e sua lei antiblasfêmia já condenou muitas pessoas à morte. Apesar de toda essa opressão, membros de entidades eclesiásticas afirmam que há cerca de 4 milhões de cristão no país, o que significa 2% da população.

Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Pré Adorai inicia nesta sexta-feira e vai até o domingo na AD Sub- Sede Jd. Tropcal

São esperados milhares de visitantes. A organização ficou a cargo do Grupo Dádiva.


“Nesta Páscoa, deixe o coelho e escolha o cordeiro”. Com este slogan, o evento Pré Adorai promete reunir milhares de pessoas na subsede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, localizada no bairro Jardim Tropical. O encontro acontecerá nesta sexta-feira, sábado e domingo (18,19, 20).

Durante esses três dias, os convidados irão vivenciar momentos de muita bênção e sabedoria através da pregação dos preletores pastor Jormicezar (sexta-feira), Rômulo Rocha (sábado) e do pastor André Santos (domingo).

Este encontro, que está sendo considerado um dos mais aguardados do ano, será abrilhantado com apresentações dos louvores do Coral Melodia do Rei, Orquestra de Mirante da Serra, UMADVAP de Vale do Paraíso, UMADOPO de Ouro Preto, e do Quarteto Ane, além de um grupo teatral.

A organização ficou a cargo do pastor Cláudio e dos competentes e experientes membros do Grupo Dádiva, com o apoio do pastor-presidente José Possidônio Aparecido da Silva.


Fonte: Gazeta Crental

quarta-feira, 16 de abril de 2014

CANTATA DE PÁSCOA – Música invade igreja e alcança vidas em Porto Velho-RO

DSC_0105

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Porto Velho-RO, realizou no último domingo(13) uma cantata de páscoa, um gigantesco coral formado por todos departamentos de música da igreja, o concerto musical chamou atenção de muitos, que comparecerão no local.

O preletor da noite foi o Pastor e musicista Messias Barbosa, com jeito brincalhão e dinâmico levou uma palavra impactante aos corações, com o objetivo de ganhar almas, não foi diferente, depois do apelo duas pessoas aceitaram a cristo como salvador de suas vidas. Para a cantata houve toda uma preparação, o coral ensaiou durante 2 meses.


DSC_0065

Fonte: Rondovristão

A esperança da Síria renasce a cada manhã

Igreja cuida de famílias desabrigadas



A esperança da Síria renasce a cada manhã

Desde o início da guerra civil na Síria, a Portas Abertas tem trabalhado bem próxima às igrejas parceiras para proporcionar ajuda prática e encorajamento espiritual para os mais gravemente afetados pelo conflito. Samir* em Aleppo é um excelente exemplo de trabalhadores corajosos e dedicados da Síria.

Em uma recente ligação por webcam e Skype, necessária em virtude das restrições da viagem, o colaborador da Portas Abertas Matthew* descobriu as notícias mais recentes do irmão Samir, que tem corajosamente substituído seu bom amigo, um bispo local, que tragicamente desapareceu, sequestrado por causa de seu trabalho cristão.

Poucos dias antes de desaparecer, o bispo pediu que Samir cuidasse de uma parte do trabalho em sua igreja se alguma coisa acontecesse com ele. Era como se ele soubesse. Por enquanto não há notícias dele.

Agora, a igreja está cuidando de mais de 400 famílias que ficaram desabrigadas por causa do conflito. Uma vez que a violência eclodiu há três anos, mais de 2,5 milhões de sírios fugiram do país. Outros 4 milhões estão deslocados internamente. As necessidades são extensas, e a Portas Abertas tem ajudado mais de 8 mil famílias em geral.

Samir poderia muito facilmente se juntar aos que foram embora, mas ele diz: “Eu amo essas pessoas. Eu não quero deixá-las. Queremos que os desabrigados e feridos sintam-se cercados e apoiados pela igreja durante a crise, que a igreja possa mostrar o amor de Deus por eles”.

Samir e outros como ele têm se dedicado a ouvir atentamente muitas pessoas que precisam tirar o peso de seus peitos. Mas isto significa também que as necessidades específicas de diferentes famílias precisam ser avaliadas cuidadosamente. Agora, com a ajuda da Portas Abertas, a igreja está fornecendo desde arroz a sabão em pó, e de tomilho a molho de tomate.

Samir e sua esposa Dina*, juntamente com seu filho Hadi*, são certamente símbolos pessoais de uma esperança semelhante à de Cristo no meio desse período de decadência e confusão de seu país. Dina está grávida novamente. Há muitos sinais de destruição. Mas, pela graça de Deus, também há sinais de esperança para a Síria.

*Nomes alterados por razões de segurança

Fonte: Cpad News

Mãe soterrada junto com bebê de cinco meses afirma que clamou a Deus para sobreviver: “Por favor, salve-nos”

Mãe soterrada junto com bebê de cinco meses afirma que clamou a Deus para sobreviver: “Por favor, salve-nos”

Uma mãe que sobreviveu com seu bebê de cinco meses a um deslizamento de terra que arrastou sua casa por 600 metros revelou ter clamado por Deus na hora que a tragédia aconteceu.

Amanda Skorjanc, 22 anos, concedeu uma entrevista em seu leito no hospital de Seattle, estado norte-americano de Washington, e disse que quando fecha os olhos, ainda vê a imagem da lama e destroços invadindo sua casa.

“Eu olhei para a nossa porta da frente e foi como um filme. Casas foram explodindo e a próxima coisa que eu me lembro, a próxima coisa que eu vi foi a chaminé do vizinho entrando pela porta”, disse Amanda, que segurava seu filho no colo no momento do incidente.

A jovem mãe afirmou que tudo que ela podia fazer era segurar seu filho no colo, orar e esperar a terra parar de se mover: “Eu sei que Deus estava com a gente, porque durante o deslizamento eu clamei a ele e disse: ‘Por favor, salve-nos’”, relembrou Amanda.

De acordo com o testemunho de Amanda, ela e o bebê ficaram presos numa espécie de bolsão, formado por partes da casa que se acomodaram ao seu redor. O sofá, quebrado, e uma poltrona reclinável que estava embaixo deles amorteceu boa parte dos impactos.

Antes de os bombeiros os retirarem dos escombros, Amanda distraiu-se da dor que sentia por conta das fraturas no braço e tornozelos com orações e com a preocupação em acalmar o bebê, que sofreu traumatismo craniano, segundo informações do Charisma News.


Segundo ela, a cura física dela e deu seu filho é uma questão de tempo e tratamento, no entanto, as feridas emocionais levarão muito mais tempo para serem curadas. “Lá é nosso lar, mas eu nunca vou voltar”, disse.

Fonte: Gospel+

A democracia do Brasil corre perigo, diz Malafaia sobre censura a Rachel Sheherazade


A democracia do Brasil corre perigo, diz Malafaia sobre censura a Rachel Sheherazade
A democracia do Brasil corre perigo, diz Malafaia sobre Sheherazade

O pastor Silas Malafaia falou sobre a decisão do SBT em cancelar o quadro de opinião dos apresentadores do SBT Brasil.

A medida foi tomada após parlamentares entrarem com uma representação criminal junto à Procuradoria-Geral da República pedindo o cancelamento da verba pública repassada à emissora paulista.

Os deputados, liderados pela deputada Jandira Feghali (PSOL-RJ) afirmam que a jornalista Rachel Sheherazade estaria usando uma concessão pública para fazer apologia ao crime.

“Que vergonha! Que ridículo! O SBT ceder às pressões de partidos, tais como PSOL, PC do B e do PT. Partidos esses, que idolatram Fidel Castro, o governo da Venezuela e suas ideologias baseadas em Marx”, escreveu Malafaia.

O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo entende que a pressão dos deputados mostra que eles não estão em defesa da democracia ao impedir a liberdade de expressão.

“A democracia do Brasil corre grande perigo!”, diz Malafaia fazendo um alerta ao povo brasileiro: “Uma jornalista, na maior cara de pau, é silenciada. Liberdade de expressão para todo mundo falar a mesma coisa é ditadura da opinião”.

Malafaia continuou seu artigo explicando que verbas públicas garantem anualmente milhões de reais às emissoras e que ao calar uma jornalista independente o governo estaria impedindo que ela o criticasse.


“Imagine Sheherazade agora falando da roubalheira da Petrobras. É o governo silenciando a jornalista!”, disse em seu site, Verdade Gospel. Malafaia também se mostra desconfortável com a situação e afirma que “hoje estão silenciando uma jornalista, amanhã vão querer silenciar os pastores”.

Fonte: Gospel Prime

Projeto propõe distribuição de kit bíblico em escolas públicas


Projeto propõe distribuição de kit bíblico em escolas públicas
Projeto propõe distribuição de kit bíblico em escolas públicas

O deputado estadual Kennedy Nunes (PSD) apresentou um projeto na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) que prevê a distribuição de um kit bíblico aos alunos da rede estadual.


A proposta pretende contemplar alunos de todas as religiões, tanto que a Bíblia -que faz parte do kit- poderá ser escolhida pelo aluno na versão católica ou evangélica.

Ao ganhar a imprensa local, o projeto de Nunes gerou grande polêmica no estado, levantando apoio e críticas nas redes sociais.

Um dos problemas seria a falta de informação sobre o kit para crianças não cristãs, se elas receberiam os livros sagrados de suas religiões como o Corão ou a Torá.

Pelo Twitter o deputado do PSD defendeu sua proposta dizendo que não vê problema em tratar desse assunto com alunos de 6 a 12 anos. “Qual o problema em falar de religiosidade nas escolas? Querem falar de sexualidade e até de gêneros e por que a religião não?”, questionou.

O parlamentar também falou que a falta de religião “faz do ser humano um andróide” e deixou claro que buscaria parcerias com entidades particulares para ajudar a bancar os kits que seriam distribuídos nas escolas.

Outro ponto apresentado por Kennedy Nunes é que as aulas sobre histórias bíblicas sejam disciplinas extracurriculares, fora da carga horária tradicional.

Para Cássia Ferri, pró-reitora de ensino da Univali e especialista em educação, o projeto pode causar desconforto se não contemplar todas as religiões existentes.

“As escolas públicas precisam aceitar toda a diversidade religiosa. A leitura dos textos bíblicos é válida, mas não pode ser a única opção aos alunos”, disse ela.


Antes de ser votado no plenário da ALESC o projeto precisa passar pelas comissões de Legislação e Justiça e de Educação, Cultura e Desporto da casa. Com informações Diário Catari

Fonte: Gospel Prime

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Pastor evangélico teria previsto o terremoto e tsunami no Chile; Assista

Pastor evangélico teria previsto o terremoto e tsunami no Chile; Assista

No início do mês de abril, um grande terremoto atingiu a costa norte do Chile. Com magnitude de 8,2 graus o tremor de terra resultou também em uma série de deslizamentos de terra e gerou um tsunami que causou a morte de pelo menos cinco pessoas. Segundo o site Acontecer Cristiano, a tragédia foi profetizada por um pastor evangélico.

Após o terremoto, um vídeo de um programa de TV ganhou destaque na internet por mostrar o pastor evangélico Javier Soto afirmando que Deus revelou a ele que aconteceria um grande terremoto e um tsunami no país.

Na entrevista, que foi gravada antes do terremoto, o pastor afirma que o Chile será acometido por grandes desastres naturais caso seja aprovada a lei “Acuerdo de Vida en Pareja” (“Acordo de vida em casal”, em tradução livre), que tem como objetivo regulamentar a união civil de casais homossexuais.

Apesar de o terremoto ter sido forte e ter causado uma grande destruição, um geofísico da Caltech em Pasadena, na Califórnia, afirmou à CNN que “esta magnitude de 8,2 não é o grande terremoto que estávamos à espera nesta área”. Segundo ele, os cientistas ainda esperam um tremor de terra inda mais forte na região.

- Nós não sabemos quando isso vai acontecer, mas isso vai acontecer – afirmou.
Assista ao vídeo (em espanhol):




Fonte: Gospel+

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Aconteceu na ultima sexta-feira na igreja evangélica Assembleia De DEUS Colina Park em Ouro Preto

20140404_235525_LLS


Aconteceu na ultima sexta-feira dia 04/04/2014 na igreja evangélica Assembleia De DEUS  Colina Park a primeira VIGÍLIA, o atual pastor Ivan disse que ainda não era a inauguração, mas que no domingo o pastor presidente do campo pastor JOSÉ POCIDONIO estaria fazendo a inauguração.
                                                                                                                                                                   

Pastor IVAM disse estar muito alegre por estar nesta inauguração e por ser pastor da mesma, esteve cantando o cantor Nilson Brito de Jaru, Luis de Castilho de Ouro Preto do Oeste e o pastor e cantor Adilson Neves de Cacoal.


20140404_235258_LLS
     Pastor IVAM abaixo FOTO:

Três mil cristãos sírios fogem de aldeia armênia na Síria


Três mil cristãos sírios fogem de aldeia armênia na Síria
Três mil cristãos sírios fogem de aldeia armênia na Síria

Mais de 3 mil cristãos sírios fugiram de Kessab, na Síria, por conta de uma invasão de jihadistas. A primeira invasão aconteceu em 21 de março pelos combatentes da  frente Al-Nusra e ISIS (Islamic State of Iraq – Estado Islâmico do Iraque e Sham – o maior na Síria) que querem tomar o controle da cidade armênia de maioria cristã.

Um pastor chegou a escrever para a agência de notícias World Watch Monitor dizendo que ele e sua família se viram forçados a deixar a cidade que fica a 10 km do Mediterrâneo.

“Ao assumir o controle, os rebeldes profanaram igrejas, pilharam casas e destruíram edifícios do governo”, disseram fontes ouvidas pela agência de notícia.

Os 3 mil cristãos fazem parte de cerca de 650 famílias que formavam a grande maioria da população de Kessab, agora eles estão tentando se refugiar na cidade costeira de Latakia, que fica 50 km ao sul de Kessab.

Muitos tiveram que deixar familiares guardando suas propriedades e desde então não conseguem manter contato.

O exército sírio chegou a confrontar os rebeldes, segundo informações da Comissão de Liberdade Religiosa da Aliança Evangélica Mundial (Religious Liberty Commission of the World Evangelical Alliance – RLC), mas os jihadistas ganharam reforços.

“No domingo, 23 de março, chegaram reforços jihadistas. Os armênios restantes foram feitos reféns, casas foram saqueadas e igrejas profanadas. Naquela tarde, aviões de combate turcos derrubaram um jato Air Force MIG-23 sírio que estava dando suporte às forças terrestres da SAA para repelir os jihadistas”, diz o relatório da RLC.

A Turquia diz que o avião adentrou seu território, mas a Síria nega e acusa o país vizinho de apoiar os jihadistas, fazendo com que os armênios locais se lembrem do genocídio armênio que a Turquia liderou há cem anos.

“Ele não apenas nos traz (esse evento) à memória, como é própria a continuação do último genocídio”, disse o pastor.


O primeiro-ministro turco, Erdogan Tayip, confirmou o combate do avião fazendo ameaças aos sírios. “Um avião sírio violou nosso espaço aéreo. Nosso caça F-16 decolou e colidiu com este avião. Por quê? Porque se você violar o meu espaço aéreo, vai ter de aguentar as consequências”.

Fonte: Gospel Prime

Missionários estão proibidos de evangelizar no Sudão

Quem descumprir a lei pode ser preso ou morto

Missionários estão proibidos de evangelizar no Sudão
Missionários estão proibidos de evangelizar no Sudão

O governo do Sudão proibiu os missionários de evangelizarem no país. A ordem partiu do Ministério de Orientação Religiosa e quem descumprir a determinação, que é interromper as atividades evangelísticas, será preso.

O decreto também pede que os líderes passem às autoridades locais seus nomes e contatos, segundo relatou uma fonte cristã ao ministério Portas Abertas.

A medida foi tomada depois que o presidente Omar al-Bashir declarou que a Constituição do país terá bases ainda mais profundas na Sharia. Com isso ele afirmou: “Nós tomaremos medidas legais contra pastores que estão envolvidos em pregações ou atividades religiosas”.

O pastor Yousif Matar lamenta a decisão e diz que a igreja local enfrenta uma situação crítica. Outro líder cristão confirma a situação e diz que este é mais uma medida para controlar as igrejas.

“Eles não querem que pastores do Sudão do Sul dirijam qualquer atividade eclesiástica ou missionária no Sudão”, afirmou o homem que não foi identificado por medidas de segurança.

Ao proibir a pregação do Evangelho, o governo impede a conversão de muçulmanos para o cristianismo. Quem descumprir está passível de punição com prisão ou pena de morte.

“Nós somos uma nação islâmica e devemos ter a Sharia como base de nossa constituição”, disse o presidente diante de uma multidão em Kosti, no sul de Cartum.

O ministério Portas Abertas pede que os cristãos livres orem por duas situações:

• Interceda pelas lideranças cristãs do Sudão, para que tenham sabedoria para lidar com essa pressão do governo.

• Ore para que tantos os líderes como os demais cristãos perseverem na fé, diante de um governo tão hostil.

Fonte: Gospel Prime

terça-feira, 8 de abril de 2014

CONGRESSO DE MISSÕES: Manhã de consagração tem cura e libertação


DSC_0054

Na manhã do último sábado(5), a Secretaria de Missão da Assembleia de Deus em Porto Velho-SEMADVEL, realizou uma consagração em prol dos trabalhos que vão ser realizados nos dias 17,18,19 e 20 de abril. O Congresso de Missões está na sua 12º edição, em 2014 deve atrair mais de 20 mil pessoas dentro do centro de convenções.

A Missionária Dayse Holder é secretaria da SEMADVEL e responsável pelo projeto desde o inicio. No sábado o Pastor Antônio Carlos de Ji-paraná, esteve ministrando, no encontro também estavam os cantores que se inscreverão para cantar durante o evento.

Para o congresso, está confirmada a participação dos pastores; Geliel Gomes, Hélio Portela, Evaldo Godoy, Jonas Paixão e Cláudio Gama. Já na ministração do louvor, estão confirmada a presença das cantoras Valquíria e Eliã, além dos corais formado pela igreja.

O evento começa as 19:00 horas do dia 17, nos dias 18,19 e 20 haverá ministrações durante o período da manhã, tarde e noite. Durante o dia será cobrado uma taxa de R$ 10 reais.

DSC_0033

DSC_0040 

DSC_0051 

DSC_0066 

DSC_0085

DSC_0101

DSC_0109

DSC_0117

Fonte: Rondocristão

Casamento faz bem ao coração, diz estudo


Casamento faz bem ao coração, diz estudo
Casamento faz bem ao coração, diz estudo

Estar casado pode diminuir as chances de desenvolver problemas cardiovasculares, segundo uma pesquisa apresentada em Washigton, nos Estados Unidos, durante uma conferência de cardiologistas.

O autor do estudo é doutor Carlos Alviar, cardiologista do Langone Medical Center da Universidade de Nova York. De acordo com ele solteiros, divorciados e viúvos têm maiores chances de ter problemas cardiovasculares.

“Esses resultados certamente não devem levar as pessoas a se casar, mas é importante saber que as decisões sobre com quem você está, por que e por que não, podem ter implicações importantes para a saúde vascular”, disse.

Para chegar nessas conclusões foram entrevistados 3,5 milhões de americanos e o resultado mostra que casados tem 5% menos chances de desenvolver qualquer doença cardiovascular em comparação com solteiros.

Divorciados estão no grupo de risco apresentando maior probabilidade de desenvolver doenças vasculares como aneurisma da aorta abdominal, acidente vascular cerebral (AVC) e doença arterial coronariana.
Os viúvos que foram pesquisados se mostraram com mais probabilidades de sofrer doenças vasculares e arterial coronariana em comparação com solteiros, casados e divorciados.

Além do estado civil, o estudo mostra que há outros fatores que comprometem a saúde, como explica a doutora Suzanne Steinbaum, diretora do hospital Lenox Hill de Nova York.

“O estudo mostra que outros fatores de risco, como tabagismo, obesidade, hipertensão, diabetes e sedentarismo, também aumentam o risco junto ao fato de ser divorciado ou viúvo”, disse ela que é responsável pelo departamento de mulheres e de doenças do coração.

Os resultados estariam ligados aos cuidados que os casados recebem de seus cônjuges. “Como os casados tendem a ajudar uns aos outros a ser mais saudáveis , assegurando que seu cônjuge se alimente bem, faça exercícios, tome seus medicamentos e ajude a ir a compromissos, as pessoas casadas tendem a ter menos risco de doenças do coração “, disse a doutora durante o American College of Cardiology.

Os pesquisadores se surpreenderam ao ver que pessoas com menos de 50 anos corriam mais riscos. “A parceria entre casados e uma menor probabilidade de doença vascular é maior entre os jovens, o que não esperávamos”, disse o doutor Alviar.

Entre as pessoas casadas com menos de 50 anos o risco de doenças eram de 12% a menos. Já entre os que casaram entre 51 e 60 anos o número de probabilidade de doenças no coração era 7% menor e entre os que tinham mais de 61 anos era de 4%.


A pesquisa foi realizada entre 2003 e 2008 através de um programa pago para estudar doenças cardiovasculares. Os entrevistados tinham entre 21 e 102 anos, mas como a quadidade de minorias raciais e étnicas era desproporcional, os resultados dessa pesquisa podem ser limitados.

Fonte: Gospel Prime

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Vereadores querem denunciar “profeta da chuva” ao MPF por homofobia

Profeta veio ao Brasil e comandou culto em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Profeta veio ao Brasil e comandou culto em Campo Grande
 (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)


Os vereadores de Campo Grande querem denunciar o pastor queniano David Owuor, conhecido como “profeta da chuva”, por homofobia e desrespeitar a Constituição brasileira. Durante culto no Parque das Nações Indígenas, o religioso atacou os homossexuais e as mulheres que usam saia curta.
Veja Mais
Nesta quinta-feira, um grupo, liderado pelo vereador Paulo Pedra (PDT), que é católico, decidiu encaminhar o caso para o MPF (Ministério Público Federal), que é o órgão competente para investigar estrangeiros.

O requerimento pedindo a investigação por homofobia e por desrespeitar o artigo 5º da Constituição Federal, que prevê liberdade individual, obteve o aval de mais alguns vereadores, como Luiza Ribeiro (PPS), João Rocha (PSDB), Chiquinho Telles (PSD) e Waldecy Chocolate (PP).

Eles querem a investigação do religioso por ter criticado os homossexuais, que não irão participar do reino de Deus. O profeta, que levou 10 mil pessoas o Parque das Nações, disse também que as meninas não podem ir na igreja com saias curtas e calças apertadas.

“Vim para varrer as minissaias, calças apertadas, mentiras, falsidade, prosperidade, fumo e a bebida. Se esforcem para viver em paz com todos os homens e serem santos”, bradou para o público evangélico, que o aplaudiu e gritou “aleluia”.

Fonte:Campo grande news

Pastor lidera trabalhos voluntários para auxiliar desabrigados pela cheia do rio Madeira, em Rondônia



Chuva castiga o estado há mais de um mês

Pastor lidera trabalhos voluntários para auxiliar desabrigados pela cheia do rio Madeira, em Rondônia; Chuva castiga o estado há mais de um mês

A cheia do rio Madeira, em Rondônia, causada pela chuva ininterrupta de mais de um mês, deixou mais de 18 mil desabrigados e já é considerada a pior enchente da história do estado, superando a crise semelhante de 1997. Nesse cenário de caos, o pastor José Valamatos protagoniza um papel de esperança aos necessitados, organizando trabalhos voluntários para ajudar as comunidades mais necessitadas.

“Estamos lutando para minimizar o sofrimento causado pela tragédia”, desabafa o líder evangélico, que tem recebido ajuda de igrejas em outros estados. “Ficamos muito felizes com a ajuda que recebemos e já distribuímos os alimentos. Só que, infelizmente, não dá para todos”, revela, referindo-se às 50 cestas básicas doadas por uma denominação em Manaus.

De acordo com o pastor, a maior preocupação no momento é em relação à alimentação dos desabrigados: “As pessoas estão comendo praticamente peixe, mas não é só de peixe que se sustenta uma alimentação adequada. Às vezes eles saem para caçar animais e a alimentação acaba sendo basicamente carne”, comenta.

O estado está praticamente isolado, e o acesso se dá apenas via barco ou avião. Isso resulta no desabastecimento dos comércios locais, que já não tem itens da cesta básica à disposição dos clientes, como arroz, feijão, sal, açúcar, farinha e café. Valamatos destaca que, infelizmente, faltam equipamentos para prestar socorro de forma adequada, e muitas famílias acabam não sendo atendidas.

Os problemas não se resumem ao momento atual, de acordo com o pastor. Quando o nível do Madeira baixar, novos problemas surgirão para os moradores de comunidades ribeirinhas: “Quando as águas baixarem, vai ser uma calamidade. Agora, eles podem pegar uma canoa e fugir para a cidade ou para lugares altos. Só que as águas vão baixar e tudo vai começar do zero: sem casa, sem móveis, sem nada. O solo não vai estar mais próprio para agricultura e o ribeirinho vai ficar praticamente um ano sem produzir sua subsistência”, lamentou.

No dia 15 de março, a presidente Dilma Rousseff (PT) sobrevoou a região mais afetada pela cheia e afirmou que o assunto precisa ser discutido: “Estamos em um momento de fenômenos naturais bem sérios no Brasil. Vamos discuti-los sim”, afirmou, sem anunciar nenhuma medida imediata para amenizar o sofrimento dos rondonienses.

Valamantos lembra que questões de higiene também precisam ser observadas, para evitar a proliferação de doenças: “Estamos preocupados com a cólera. Embora ainda não tenham sido registrados casos, pessoas estão doentes e sem acesso total à higiene ou a cuidados”, disse o pastor em entrevista ao Jornal do Brasil.


Embora o quadro seja desolador e as autoridades demonstrem serem incapazes de administrar a crise, o pastor se mantém firme no seu trabalho social e diz acreditar que a situação mudará: “É preciso ter fé”

Fonte: Gospel +

Sem poder pagar pelo aluguel do galpão onde funcionava, igreja evangélica realiza cultos debaixo de viaduto


culto-debaixo-viaduto

Após a implantação da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, os imóveis da comunidade acabaram sendo valorizados, como consequência dessa valorização os valores de aluguel foram sendo aumentados pelos proprietários. Com a alta, a Igreja Batista Alfa e Ômega não conseguiu mais arcar com os custos de manter sua sede em um galpão na comunidade, e acabou optando por funcionar debaixo de um viaduto.


De acordo com o pastor Leandro Campos, de 34 anos, por causa do alto custo do aluguel, a sede da igreja foi transferida para o local, que antes era um reduto de usuários de drogas.

- Estamos há 14 anos na comunidade e, desde 2007, funcionamos como igreja. Usávamos um galpão, mas com o fim do contrato, o proprietário aumentou o aluguel, de forma que não pudemos pagar, já que a chegada da UPP valorizou os imóveis. Então, a Administração Regional, da prefeitura, nos deixou usar esse espaço, que era reduto de usuários de drogas. Conseguimos trazer alguns deles para a igreja, mas muitos sumiram – conta o pastor, segundo o site O Dia.

Os cultos da igreja acontecem às quintas e aos domingos, dia em que chega a reunir cerca de 300 fiéis. As celebrações são feitas pelo pastor Leandro e por sua esposa, a pastora Cláudia Cristina dos Santos, de 35 anos, que explica que a maioria dos frequentadores da igreja são jovens que lutam por uma vida melhor, e que enfrentam problemas com álcool e drogas na família.

Apesar de ainda reunir um bom número de fiéis aos domingos, a igreja bem perdendo membros desde que teve que se mudar para debaixo do viaduto. Porém, mesmo com o desconforto do local, os fiéis que permanecem na igreja afirmam que o importante é a mensagem passada nos cultos.

- Importa de verdade a questão espiritual. Vir aqui me faz bem, mas é claro que é desconfortável. Mas a mensagem é o mais importante. E a mensagem passada aqui é de alegria e esperança – diz o comerciário Gérson Moraes, 28.

Aurília Maria Benícia, de 62 anos, conta que enfrenta cerca de 60 quilômetros para frequentar os cultos, e conta que vai à igreja para acalmar seu coração, que ela afirma estar aflito desde que seu filho, Anderson, foi morto em um assalto aos 35 anos.

Fonte:  Gospel+

Assista a participação de Silas Malafaia no “The Noite com Danilo Gentili”



Silas Malafaia é o entrevistado de Danilo Gentili nesta segunda

Nesta segunda-feira (31) foi ao ar no programa “The Noite com Danilo Gentili” a entrevista concedida pelo pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Sempre polêmico, Malafaia falou sobre política, finanças, sexualidade e comunicação. O líder evangélico que é considerado um dos mais influentes do Brasil comentou sobre os dados veiculados pela revista Forbes sobre sua renda e afirmou que irá processar a publicação nos EUA.

Malafaia comentou sobre seu trabalho como líder evangélico e conferencista além de falar sobre seus momentos de laser. O pastor afirmou que para se divertir gosta de jogar futebol com outros pastores.

Gentili questionou Malafaia sobre sua relação com outras denominações evangélicas citando Edir Macedo como exemplo. Para o pastor Silas o trabalho da Igreja Universal é incontestável, porém Malafaia discorda de alguns pontos de contato para fazer as pessoas terem fé. Como exemplo o líder citou as campanhas usadas pela igreja, como o sal grosso, rosa ungida e o óleo de Israel.

Sobre o uso das redes sociais o líder evangélico destacou que o segmento é o que mais usa as redes para propagação de sua fé. Malafaia também destacou que este dado não é apenas em relação aos religiosos, mas também entre os não religiosos.

Ao falar sobre a sexualidade o pastor orientou sobre o controle do impulso. Para o líder uma das principais orientações cristãs é para que cada pessoa aprenda a controlar os impulsos para ter uma qualidade de vida melhor.

Para que o cristão consiga casar virgem Malafaia afirma que o fiel deve controlar o impulso e buscar evitar a relação sexual fora do casamento. Sobre a masturbação Silas afirmou que Jesus mudou a questão do pecado ao afirmar que basta uma pessoa pensar em ter relações sexuais com outra fora do casamento que já está pecando.

Sobre o uso de preservativos o pastor afirmou que a igreja evangélica não é contra, pois os filhos devem ser benção. Para o líder deve haver um planejamento familiar.

Malafaia destacou que a igreja é contra o controle de natalidade, que é quando o Estado interfere no número de filhos que o indivíduo pode ter, mas que a igreja é também favorável ao planejamento familiar.

Ao ser questionado se a oratória de um pastor pode dar força a um discurso e levar uma pessoa a crer em qualquer coisa, o pastor Silas Malafaia respondeu que a oratória de qualquer pessoa pode influenciar, mas não levar alguém a acreditar em qualquer coisa.

Assista:



Fonte: Gospel Prime

segunda-feira, 31 de março de 2014

“Lançai a Palavra”: Desafio de leitura bíblica faz sucesso entre cristãos no Facebook

“Lançai a Palavra”: Desafio de leitura bíblica faz sucesso entre cristãos no Facebook

Nas últimas semanas tem se espalhado entre os cristãos, pelo Facebook, uma campanha chamada “Lançai a Palavra”, em que seus participantes são “desafiados” por seus amigos a publicarem em seus perfis na rede social um vídeo lendo um texto Bíblico e comentando sobre ele. Além disso, a pessoa que publicar o vídeo deve desafiar três amigos a fazerem o mesmo.

Marcados com as hashtags #EuNaoMeEnvergonhodoEvangelho, #LancaiaPalavra, #LancandoaPalavra e #DesafioBíblico milhares de vídeos têm sido publicados no Facebook, espalhando o desafio por todo o país.
Criada pelo padre Éderson Iarochevski, da paróquia de Rio das Antas, em Santa Catarina, a campanha foi elaborada como uma resposta ao desafio “Bávaro de Cerveja”, que circulou entre os jovens recentemente na rede social. No desafio que motivou a resposta do pároco, os jovens são incentivados a beberem meio litro de cerveja de uma única vez, e desafiar seus amigos a fazerem o mesmo.

O desafio “Lançai a Palavra” diz ainda que aquele que não publicar o vídeo em seu perfil em até 24 horas deve presentear quem o desafiou com uma Bíblia, a “punição” faz um paralelo com o “desafio da cerveja”, em que aqueles que não o cumprirem devem presentear seu desafiante com uma certa quantidade da bebida.

- Ser cristão é desafiar-se constantemente, para que sejamos pessoas melhores. Então o desafio ‘Lançai a Palavra’ surge com o desejo de que os jovens cristãos possam desafiar-se entre si em levar a Palavra de Deus que os tocou intimamente, e assim fazer com que a própria Leitura Orante da Palavra seja mais difundida entre eles – afirmou o padre, ao comentar sobre o desafio em entrevista ao site “Jovens Conectados”, da CNBB.

- Precisamos despertar nos jovens um amor verdadeiro pela Palavra de Deus. Que, sem medo e timidez, possam proclamar que o contato com esta Palavra os engrandece e os faz desejosos de ver outros tantos jovens viverem, com alegria, uma maior intimidade com a Bíblia Sagrada – completou Iarochevski, que também citou os riscos do desafio “Bávaro de Cerveja”, afirmando que ele pode incentivar o alcoolismo.
Com o sucesso da campanha lançada pelo padre Éderson Iarochevski, os vídeos se espalharam pela internet e a campanha começou a fazer sucesso também entre os jovens evangélicos.

Apesar do sucesso da corrente, a campanha motivou também uma série de críticas por parte de alguns cristãos, que publicaram comentários dizendo ser fácil dizer não se envergonhar do evangelho na rede social, mas difícil fazer isso fora. Alguns afirmam também que a ideia não ajuda efetivamente na evangelização, já que não alcança pessoas não cristãs e pode acabar se tornando apenas uma “brincadeira” entre jovens cristãos.

Mesmo com as críticas, o desafio tem ganhado força nas redes sociais e tem ganhado a adesão de muitos cristãos e também de líderes religiosos, como o pastor Alcione Giovanella, da Igreja de Deus, que em seu vídeo para o desafio comentou que “essa geração jovem agora nos próximos 10, 15 anos e 20 anos será mais propensa a ter uma dependência alcoólica crônica do que a geração passada”.

Em seu vídeo, Giovanella falou também como essa falsa alegria proporcionada pelo álcool tem enganado as pessoas e destacou a importância do Espírito de Deus que supre as necessidades da alma. Ele alertou também os cristãos para não apenas lerem a Bíblia no vídeo, mas que também busquem ter uma vida cheia do Espírito Santo.

- Você que está participando do desafio da palavra não apenas leia a Palavra de Deus, mas busque ser cheio do Espírito de Deus – afirmou o pastor.

O padre Edmilson Mendes também comentou sobre a campanha em sua página no Facebook, afirmando que seria muito bom que a campanha se expandisse para além das redes sociais, influenciando nas atitudes diárias das pessoas.

- E se esta multiplicação legal de vídeos em relação aos desafios “eu não me envergonho do evangelho” se expandisse? E se fosse além do face? Além de uns poucos segundos de uma rápida leitura e comentário bíblico? – afirmou o padre, segundo o portal Guiame.

- Está muito legal assistir cada um, edifica, acrescenta e enriquece o conteúdo na rede social. Mas já pensou se o desafio passa a ser a rotina diária, natural, habitual? Cada um de nós sempre com uma palavra amiga e de esperança, vivendo o Cristo que cremos nos detalhes mais comuns da nossa vida? – completou.


Fonte: Gospel+

Foto de policial orando por mendigo na rua chama atenção nas redes sociais

Foto de policial orando por mendigo na rua chama atenção nas redes sociais

A foto de um policial orando por um mendigo em plena rua tem chamado a atenção nas redes sociais. Na foto, o policial Carlos Amaury Jiménez Rolón, de 36 anos, aparece abraçado a um pedinte orando por ele.
Jiménez, que trabalha na Polícia Rodoviária de Vega Baja, em Porto Rico, conta que no dia em que a foto foi tirada ele estava patrulhando as ruas quando viu o homem e decidiu descer de sua viatura, abraçá-lo e orar por ele.

Segundo o site local El Nuevo Día, o policial contou que não sabia que haviam tirado uma foto daquele momento, muito menos que a haviam publicado nas redes sociais. Ele disse ainda que a imagem causou tanto furor porque não é comum que um policial seja visto orando nas ruas.

A foto foi tirada por um motorista de seu carro enquanto estava parado em um semáforo próximo ao local onde o policial orava com o mendigo.

Jimenez é membro da igreja evangélica Fuente de Bendición Misionera, em Vega Baja, e conta esta não foi a primeira vez que orou por cidadãos em serviço.
 Quando o Senhor me dá uma palavra para uma pessoa, eu lhe dou, não uma multa de trânsito, mas um bilhete para o céu, para que essa pessoa veja não está sozinha em sua necessidade, mas que o Cristo de glória ainda está presente e tem planos para sua vida – afirmou o policial.


Fonte: Gospel+

Ainda é possível ressuscitar os mortos com orações?


Ainda é possível ressuscitar os mortos com orações?
Ainda é possível ressuscitar os mortos com orações?

O documentário Dead Raisers Team, lançado no final do ano passado, mostra como evangélicos tem usado a oração para literalmente trazer os mortos de volta a vida. Com cerca de uma hora e meia, reúne testemunhos de pessoas em diversas partes do mundo que tiveram essa experiência. Pastores e leigos contam diante das câmeras como foram suas experiências e o que as pessoas ressuscitadas dizem que viram.

Embora não tenha chamado muita atenção, o tema virou assunto da mídia este mês após ser matéria da controversa revista jovem VICE e tema de uma reportagem da rede BBC em sua revista na internet.

O tema também está presente na série fictícia Ressurrection, que estreou este mês, mostrando como as famílias reagem quando veem seus entes queridos voltarem dos mortos. Produzido pelo canal americano ABC, ligado à Disney, o que deu grande repercussão ao tema. Desde o passado, a televisão francesa também exibe um seriado sobre pessoas que ressuscitam e voltam para casa: Les Revenants. Entre os vários aspectos em comum das duas produções mostram um líder religioso (pastor americano e padre francês) sendo confrontado com o assunto e incapazes de oferecer respostas.

Voltando ao documentário, o enfoque é o declínio na frequência nas igrejas cristãs na Europa e EUA, e a maioria das pessoas não leva a sério o fato de a Bíblia dizer que a ressurreição é possível.

Mesmo sendo minoria, os ensinamentos de determinados grupos evangélicos de que todas as doenças podem ser curadas apenas com oração, sem precisar da intervenção médica, são uma realidade. Dentro dessa minoria existe um grupo ainda mais reduzido que afirma ser chamado por Deus para ressuscitar mortos.

Um dos mais conhecidos é o Global Awakening [Despertamento Global] que visita regularmente hospitais para orar pelos doentes. Eventualmente deparam-se com pessoas à beira da morte, mas quase sempre são convidados pelos enfermeiros a se retirar. Donna Leppitt, uma de suas principais integrantes faz uma queixa “Muitas vezes não temos acesso aos cadáveres”. Este é o motivo, segundo ela, que não se ouve falar mais sobre esse tipo de milagre.

Mesmo assim, Leppitt admite que não é uma tarefa fácil. Quando seu irmão morreu, ela e o marido oraram sobre o corpo dele por cerca de uma hora, mas sem sucesso.

Outro grupo mostrado ‘em ação é a Dead Raisers Team [Ressuscitadores], o qual afirma ter trazido 11 pessoas de volta à vida com suas orações. Eles tem uma queixa: as igrejas “esqueceram” que isso está na Bíblia!

Tyler Johnson, fundador do grupo sede no Estado de Washington defende que só fazem o que Jesus ordena em Mateus 10:8: “Curai os enfermos, ressuscitai os mortos e expulsai os demônios”. Segundo o site do Dead Raisers, Johnson se tornou convencido no poder da oração após intensa reflexão religiosa depois que seu pai morreu em seus braços após um ataque cardíaco.

“O ódio de Tyler pela morte não é apenas teológico, mas está intimamente ligada à sua própria experiência”, diz o texto. O site também conta que ele “aprendeu a ressuscitar os mortos num curso chamado “Escola do Sobrenatural”, o qual eles hoje também reproduzem nas igrejas interessadas.

Comemora ainda que os membros do Dead Raisers receberam autorização para servir como voluntários no Departamento de Gestão de Emergência do Condado de Madison, o que lhes dá acesso total para a vítimas de acidentes fatais. Eles recebem autorização para orar pelas pessoas após os paramédicos não serem mais capaz de ajudar.

Falando em paramédicos, um dos entrevistados do documentário é Jesse Birkey, autor de um livro sobre o assunto. Ele é um bombeiro/paramédico que afirma ter ressuscitado oito pessoas com orações na ambulância onde trabalha.

Para os críticos, o grande problema do documentário é não mostrar nenhum tipo de identificação das pessoas ressuscitadas, atendo-se apenas ao testemunho dos obreiros cristãos. Em alguns deles, a narrativa inclui relatos de pessoas que voltaram à vida gritando pois foram literalmente “arrancadas do inferno”.

Assista ao trailer abaixo (em inglês):


Fonte: Gospel Prime

sexta-feira, 28 de março de 2014

Com duras críticas às igrejas no Brasil, pastor David Owuor diz que o país “é o número 1 do mundo em pecado” e que “no reino de Deus, não haverá cristão moderno”



Com duras críticas às igrejas no Brasil, pastor David Owuor diz que o país “é o número 1 do mundo em pecado” e que “no reino de Deus, não haverá cristão moderno”

O pastor queniano David Owuor afirmou que o Brasil é o país “número 1 em pecado”, e fez duras críticas às roupas curtas das mulheres e à homossexualidade, num sermão apocalíptico que alertou sobre a volta iminente de Jesus para buscar a igreja.

David esteve no Brasil para uma visita a São Paulo, Rio de Janeiro e Campo Grande (MS), onde ministrou na Conferência de Arrependimento e Santidade e a Preparação para a Vinda do Messias, abrangendo vários temas relacionados com a igreja cristã contemporânea.

Conhecido como “profeta da chuva”, David Owuor é um cientista médico que abandonou a carreira acadêmica para se dedicar-se ao ministério evangelístico. Durante suas pregações ao redor do mundo, ele tem feito críticas sérias e graves ao que chama de “apostasia da igreja”, além de protagonizar cenas de orações por chuva em locais de seca. Num dos vídeos que circulam na internet, o pastor “determina” aos céus que se abra e libere chuva, e logo após o término das orações, uma chuva de mais de uma hora atinge o local.

No sermão em Campo Grande, o “profeta da chuva” disse que as “manchas da igreja” têm influência direta na situação atual da sociedade brasileira: “Escolhi Campo Grande porque Jesus falou comigo. Agora, com a minha chegada, vocês estarão prontos para receber o Messias. Vocês devem sair do pecado e se arrepender para recebê-lo”, afirmou.

Para David Owuor, as igrejas “pararam no tempo” e deixaram a sociedade servir de influência: “Como é possível a Igreja alegrar-se com o mundo, enquanto o relógio já mudou? [...] Ovelhas são ovelhas, e sempre vão obedecer. Como querer repreender o pecado, se você está no pecado?”, disse o pastor, direcionando boa parte de suas críticas aos líderes evangélicos, de acordo com informações do Campo Grande News.

A teologia da prosperidade, amplamente difundida no país através das igrejas neopentecostais, foi alvo de severos apontamentos por parte de David Owuor: “Não existe um contrato entre o senhor Jesus Cristo de que garanta segurança e prosperidade. [O Evangelho] não é dê e receberá em dobro”, afirmou, acrescentando que os “falsos apóstolos” têm pregado a necessidade de enriquecimento para manter os fiéis nessa busca insensata: “São esses que pregam no púlpito e, em seguida, bebem e fumam”, comentou.

Os hábitos ligados ao figurino adotado pelas mulheres também foram alvo do pastor, que adotou postura bastante rígida: “Vim para varrer as minissaias, calças apertadas, mentiras, falsidade, prosperidade, fumo e a bebida. Se esforcem para viver em paz com todos os homens e serem santos [...] Porque ainda temos meninas no culto com saias curtas e calças apertadas, que vão para mostrar a silhueta?”, questionou.

“Quando cheguei ao Brasil e entrei no carro, queria fechar os olhos para não ver. Se você olhar o vestido das mulheres, você verá que o Brasil foi para o inferno”, disse o pastor.


A questão da homossexualidade também foi abordada pelo pastor, que seguiu a linha já pregada por boa parte dos líderes cristãos no Brasil, apesar de usar um tom mais agudo em suas palavras: “No reino de Deus, não haverá cristão moderno”, afirmou, fazendo referência à necessidade de a igreja se manter pregando contra a homossexualidade.

Fonte: Gospel Mais

quinta-feira, 27 de março de 2014

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país
"Superprofeta" visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país

O pastor David Owuor já foi chamado de “profeta da chuva” e de “superprofeta” por ter anunciado grandes tragédias, como os furações Katrina e Irene, que destruiu parte dos Estados Unidos, além do terremoto que, em 2010, devastou o Haiti, meses antes de ocorrerem. Na África é conhecido por “chamar” a chuva com suas orações.

“Em alguns eventos ele orou para chover e choveu. O mais conhecido foi em 2011, na Nigéria. Dez dias antes de uma conferência que faria, David começou a noticiar que haveria uma chuva na data. Ele registrou isso. Gravou em uma rádio local e colocou no Youtube. Era um período de seca. No dia da conferência foi uma grande multidão e, durante o evento, com sol escaldante e céu brilhante, choveu forte por mais de uma hora”, explica o pastor Gladiston Amorim, 51 anos, do Ministério Atos de Justiça.

Ele coordenou a primeira vinda de David ao Brasil assegurando que “em nível de ofício profético talvez não exista outro”. Acrescenta que Owour tem um ministério de milagres, tendo testemunhos gravados de paralíticos, cegos, surdos mudos, leprosos e portadores de HIV.

Sempre vestido de roupas brancas e com sua característica barba comprida, Owur largou uma bem sucedida carreira de cientista médico para pregar o evangelho.  Esta semana ele foi o destaque na “Conferência de Arrependimento e Santidade – A preparação para a vinda do Messias”, evento evangélicos em Campo Grande.

Marcada para os dias 25 e 26 de março, no Parque das Nações Indígenas, a cruzada reuniu cerca de 10 mil pessoas.

Os organizadores afirmam que 50 igrejas evangélicas e 138 pastores do Mato Grosso do Sul se mobilizaram durante os últimos meses para preparar a vinda de Owuor.  Ontem foi o encerramento de sua visita ao país.  Ela já passou este mês por São Paulo e Rio de Janeiro, mas em eventos fechados, apenas para pastores.

Nas duas cidades, ele profetizou uma “invasão” de insetos no Brasil. O bispo Carlos Ferreira, 55, explica: “Ele falou que vem uma grande nuvem de insetos, que vai tomar conta das casas, caso a Igreja, as pessoas, que não se arrependam. Isso pode ser literalmente uma praga ou uma tragédia como consequência do pecado. É melhor não facilitar”.

No continente africano, o pastor Owur já levou essa mensagem a outros países. Mas ele também trouxe uma boa notícia. Segundo o material divulgado, o profeta anunciou que a igreja, “no Brasil, já está preparada para um avivamento, um grande despertar”.

Alaíde Santana Lopes, de 75 anos, que foi de São Paulo até Campo Grande apenas para a conferência, disse que essa é a mensagem que o povo precisa ouvir: “Espero que o Brasil realmente se arrependa, a começar pelas esferas federal, estadual e municipal, porque Deus está voltando”.


Mesmo sabendo das críticas que receberia, inclusive de evangélicos, o bispo Ferreira explica que o evento teve “um grande diferencial”: o fato de Owuor não cobrar nada. “Deus o mandou e o povo de Campo Grande não pode deixar de receber essa unção… Ele paga a despesa dele e da equipe. Não recebe oferta e não cobra nada, porque tem uma mensagem para entregar. Ele paga para trazer essa mensagem”, ressalta. Com informações Campo Grande News.

Fonte: Gospel Prime

Silas Malafaia participa do programa de Danilo Gentili no SBT



Silas Malafaia participa do programa de Danilo Gentili no SBT
Silas Malafaia participa do programa de Danilo Gentili no SBT

O pastor Silas Malafaia estará em São Paulo nesta quinta-feira (27) para gravar uma participação no programa “The Noite com Danilo Gentili”, do SBT.

A informação foi dada pelo próprio pastor através do seu Twitter. Por ser um programa gravado ainda não há informações de quando será transmitido.

“Nesta quinta (27) vou gravar uma participação no programa do Danilo Gentili, @SBTTheNoite, exibido no SBT. Em breve divulgarei quando vai ao ar!”, escreveu Malafaia.

O pastor da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) já participou de outros dois programas do SBT levando a emissora a bater recordes de audiência.

O primeiro deles foi o programa “De Frente com Gabi” que foi ao ar em 3 de fevereiro de 2013. Comentando temas polêmicos como a união civil de pessoas do mesmo sexo e o hoje extinto PL 122, Malafaia conseguiu fazer o programa de Marília Gabriela alcançar altos índices no ibope.

Silas Malafaia no Ratinho
Pastor Silas Malafaia em entrevista ao apresentador Ratinho.

Em 30 de maio o sucesso de audiência do SBT voltou a se repetir com a participação do pastor assembleiano no Programa do Ratinho. Entre os temas abordados na entrevista estavam o aborto, o casamento gay, a adoção de crianças por casais homossexuais e a prisão do pastor Marcos Pereira.


Além de ter um grande número de telespectadores, o Programa do Ratinho também se tornou o assunto mais comentado no Twitter, tendo muitas críticas e muitas mensagens de apoio. No programa de Danilo Gentili a pauta deve ser igual aos outros programas, com a diferença de ser um talk show com levadas de humor.

Fonte: Gospel Prime

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"