chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Assembleia de Deus é lembrada por papel social no Senado

Ao homenagear nesta segunda-feira, 13, o centenário das igrejas evangélicas Assembleia de Deus, comemorado em 18 de junho, os senadores destacaram o papel social que a instituição desempenha na sociedade.
        “É ali, em cada uma delas, que, nos momentos mais duros de solidão e tristeza, nosso povo, sobretudo os mais humildes, encontra alento, paz, na comunhão com os irmãos” disse o senador Marcelo Crivella (PR – RJ).
    O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) destacou que a instituição, além do conforto espiritual às pessoas, oferece serviços sociais e culturais. Como exemplo, ele destacou o trabalho de reabilitação de ex-presidiários realizado pela Assembleia de Deus, que, conforme destacou, torna as igrejas verdadeiros centros de assistência social.
    Mesmo as pessoas que não concordam totalmente com o credo, observou o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), devem reconhecer seu papel evangelizador. Segundo o senador, a igreja protege e oferece ascensão espiritual, social e econômica às pessoas.
    “Eu considero que o processo de evangelização que houve no Brasil, e a Assembleia de Deus aí dentro, funciona hoje como uma espécie de rede de proteção e escada de ascensão. Uma rede de proteção para todos aqueles que, no Brasil, hoje, vivem como se estivessem caminhando numa corda bamba e encontram nas igrejas uma rede que lhes protegem. E aqueles que já caíram recebem das igrejas uma forma de encontrar o rumo, o caminho e ascenderem outra vez a um papel social” disse o senador.
    O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), como católico, fez questão de homenagear a Assembleia de Deus, afirmando que "todas as religiões levam ao mesmo Deus". Ele defendeu um trabalho conjunto das diferentes igrejas para melhorar as condições de vida das pessoas.
    Para o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), os governos precisam realizar parcerias com as igrejas. No Brasil, destacou, as diferentes religiões convivem de forma harmônica, o que poderá contribuir para um trabalho conjunto.
    “Não podemos prescindir de uma aliança estratégica com as igrejas e, especialmente, neste momento, com as Assembleias de Deus, para que possamos atingir estes objetivos: construir uma sociedade mais justa, mais solidária e mais generosa” disse Rollemberg.
    O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, participou da homenagem. Não puderam comparecer ao evento, mas enviaram cumprimentos à Assembleia de Deus a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que subscreveu o requerimento para a homenagem quando ainda era senadora, e os senadores Eduardo Braga (PMDB-AM), Gim Argello (PTB-DF), Demóstenes Torres (DEM-GO) e Magno Malta. Um coral de membros da Assembleia de Deus encerrou a homenagem.
Fonte: Agência Senado
o creo
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"