chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Lanna Holder anuncia que fará casamentos gays em igreja e expandirá denominação pelo Brasil

Lanna Holder anuncia que fará casamentos gays em igreja e expandirá denominação pelo Brasil


Teresina vai ganhar uma igreja evangélica que realizará casamentos gays no Piauí. A missionária Márcia Loiola, representante da igreja da Missionária lésbica Lanna Holder, participou na tarde desta sexta-feira (26) da Parada da Diversidade para divulgar a criação da “Comunidade Cidade de Refúgio”, uma célula na capital piauiense da religião difundida a partir da sede em São Paulo.


De acordo com Márcia Loiola, a “Cidade de Refúgio” de Teresina será inaugurada em dezembro e pretende fazer também uniões religiosas entre pessoas do mesmo sexo. O primeiro casamento gay da igreja está previsto para o dia 10 de setembro em São Paulo.

No site, a “Cidade de Refúgio” se descreve em seus propósitos como “Uma igreja que ama a todos e não exclui a ninguém”. A religião propõe a discussão do que seriam mitos e verdades da Bíblia. Márcia Loiola desafia qualquer pessoa a mostrar que o livro condena a homoafetividade.


“Nossa bandeira é Jesus e aceitamos os homossexuais como parte de uma nação que se levanta”, declarou a reportagem, enquanto caminhava na Parada da Diversidade pela avenida Raul Lopes, zona Leste de Teresina.

O evento começou no final da tarde desta sexta-feira. O policiamento é comandado pela tenente-coronel Júlia Beatriz de Almeida. Quatro trios elétricos animam o evento na avenida Raul Lopes, que foi interditada.

Fonte: Rondocristao

Evangélicos poupam dinheiro e aproveitam cada vez mais a “Compra Coletiva Gospel”

Evangélicos poupam dinheiro e aproveitam cada vez mais a “Compra Coletiva Gospel”


Uma nova oportunidade de consumo e muito mais econômica, o modelo de Compra Coletiva que chegou ao Brasil em 2010, já se tornou sucesso na internet. Com dezenas de sites espalhados pelo país, este novo segmento alcançou confiança e cumplicidade do internauta brasileiro que em menos de um ano, passou de um mero observador para um consumidor ativo, devido aos grandes descontos, além é claro da facilidade possibilitada na compra por estes portais de venda.

Pode-se dizer que a Compra Coletiva é uma espécie de “vitrine” na qual os consumidores conseguem obter descontos na compra pelo site. Estes podem variar de 30% à 90% em serviços como: são de beleza, estética, balanceamento, alinhamento, ingressos de shows, eventos, entre outros serviços.

Mas se enganam os que pensam que este segmento da internet funciona somente no meio secular. No decorrer desta trajetória, o povo evangélico se apropriou dos sites de compras coletivas e vem possibilitando ao povo evangélico que adquira produtos da linha cristã gastando valores que agradam ao público consumidor.

Um exemplo no meio gospel hoje é o Clube Ovelhas, que foi lançado há pouco tempo, o site traz não somente ofertas de livros, CDs e DVDs evangélicos, mas também descontos em roupas de marcas cristãs e parcerias com vendas ingressos para eventos gospel.

duas noites de resgate na Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Ouro Preto do Oeste.

Duas noites de resgate na Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Ouro Preto do Oeste.

organizadas  pelo Grupo de Louvor Dádiva, na pessoa do líder Ronaldo Xavier e pelo pastor Cláudio Lima Santos,
Duas noites de resgate na Igreja Evangélica
 Assembléia de Deus de Ouro Preto do Oeste

Nos dias 27 e 28 de Agosto foram realizadas duas noites de resgate na Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Congregação do Bairro Jardim Tropical;  organizadas  pelo Grupo de Louvor Dádiva, na pessoa do líder Ronaldo Xavier e pelo pastor Cláudio Lima Santos, pastor  da congregação e vice presidente do campus de Ouro Preto do Oeste.

O líder do grupo estava sendo tocado pelo Espírito Santo para fazer algo diferente , daí surgiu a grande idéia de resgate, a fim de resgatar as ovelha perdidas da casa do SENHOR. O grupo abraçou essa causa juntamente com nosso pastor. O tema foi dado por Deus: Assim como o filho do homem nao veio ao mundo para ser servido, mais para servir, e dar sua vida em resgate a muito. MT 20:28.

Foram feitas para esse trabalho consagrações e muita oração para o SENHOR tocar nos corações dos presentes que ser afastaram da casa do Pai, também foi realizado um grande trabalho de evangelização, onde os servos do Senhor foram às casas entregar o folheto de Evangelizaçao e convidarpara o resgate, juntamente com um carro de som anuciando na rua.

                                                                       Evagelismo       

No sábado foi realizado o culto com o grupo Dádiva louvando a Deus, também com o ministério King´s Kids da igreja  Metodista Wesleyana apresentando uma coreografia falando sobre a pessoa que deixa a Cristo e vai para o mundo de sofrimento, lembrando que  Jesus está esperando essas pessoas de braços abertos.

Grupo Dádiva 

ministério King´s Kids

Com a presença  do cantor Douglas Soares de Ouro Preto do Osete-RO e o Pastor Paulo Costa de Mirante da serra RO, ministrando sobre a amor do SENHOR. Houve salvação de almas e vidas se entregaram para Jesus. 
Cantor Douglas Soares

Pastor Paulo Costa

salvação de almas

Igreja

No domigo o grupo Dádiva e o cantor Douglas Soares novamente louvaram ao SENHOR e ministrando a palavra o pastor Israel  de Ji- Paraná- RO. Trouxe uma palavra impactante para todo a igreja, houve também salvação para honra e glória a Deus.
Grupo Dádiva

   Cantor Douglas Soares       

pastor Israel  

Grandes foram as lutas e provas para esse trabalho não acontecer, mas O SENHOR foi fiel ao grupo Dádiva e o inferno não pode impedir a obra de Deus e viu que o SENHOR fez !!

Editado por: Jhonnatan Bellé

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Um cristão pode praticar MMA? Pastores e teólogos debatem sobre o tema

Um cristão pode praticar MMA? Pastores e teólogos debatem sobre o tema

Mesmo sem ter um versículo bíblico proibindo a prática, a maioria condena, dizendo que o vale-tudo não condiz com os princípios do cristianismo
Um cristão pode praticar MMA? Pastores e teólogos debatem sobre o tema

O MMA (Artes marciais mistas) é hoje uma das modalidades esportivas que mais cresce no mundo e também no Brasil, que por sinal possui os melhores lutadores do esporte. Com o crescimento do MMA, também vieram as criticas a modalidade, que chegou a ser banida de alguns estados nos EUA por ser muito violenta. No final de semana passado, foi realizado no Brasil o maior evento deste esporte, o UFC Rio que lotou o HSBC Arena e foi um sucesso segundo seus organizadores.

Um dos maiores lutadores do UFC é Vitor Belfort, que na maioria de suas lutas agradece a Deus após vitórias e usa o calção com o nome Jesus escrito. Declaradamente cristão, Belfort explicou em recente entrevista a ligação entre a religião e a luta dizendo que o que ele faz no octógono não é uma briga, e sim uma competição.

Além de Vitor que desta vez apenas comentou as lutas, outro atleta cristão estava no UFC, o estreante capixaba Erick Silva, que a exemplo de Belfort, entrou com o nome Jesus escrito no calção e tem como um de seus apoiadores o Senador evangélico Magno Malta.

Diante desta relação, o portal Gospel Prime procurou pastores e teólogos para saber o que eles pensam deste esporte. Um cristão pode praticar tal esporte? É licito ao crente em Jesus assisti-los?

“Eu não vejo embasamento bíblico favorável, mas também não vejo o contrário”, disse o pastor Ariovaldo Júnior, do Manifesto Missões Urbanas. Ele acredita que a prática hoje é mais esportiva e  ”não tem mais nada a ver com os vale-tudo onde havia graça em esmurrar o outro além das condições humanas”.

Biblicamente falando, Ariovaldo Júnior diz que não há menções que condenem o esporte. “Eu gosto do UFC por celebrar um esporte que ainda não tem influências do feminismo. O feminismo determina tudo hoje em dia, até o nosso modelo de ‘cristão ideal’ está mais pra figura de uma mulher do que pra um homem de verdade. A propósito, lutas de diversos tipos foram contemporâneas de Jesus e de Paulo (que viveu inclusive em Roma), porém não vemos nenhuma recomendação contrária à prática esportiva”, diz o pastor do Ministério Sal da Terra em Uberlândia – MG.

 

Violência e cristianismo


Já o pastor Geremias do Couto, da Assembleia de Deus, considera o esporte inadequado para o cristão.

“Respeito quem participa e assiste (a tentação é grande!), mas a violência que o caracteriza conflita com os princípios de vida do Cristianismo. Há outros esportes saudáveis que podem muito bem atender a nossa necessidade de entretenimento e, sobretudo, de cuidados físicos.”

Couto diz que pode sustentar seu posicionamento lembrando de versículos como o de Gálatas 5 que fala sobre a temperança, assim como quando Paulo fala que tudo nos é licito, mas nem tudo nos convém. “Sei que no caso desse esporte não se trata de uma agressão gratuita, por vingança ou por maldade mesmo, mas de qualquer modo é uma forma de agressão consentida. Alguém vai sair arrebentado”, diz o pastor assembleiano.

“Aquilo é selvageria”, disse o teólogo Rodrigo Weronka, ele não concorda que um cristão deva participar ou assistir esse tipo de competição. “Como chamar de esporte um negócio que visa arrebentar o oponente?”, questiona.

Weronka fala sobre a diferença entre esportes perigosos como a Fórmula 1, e esportes “brutos” como ele classifica o MMA. “Uns podem dizer que na F1 o carro pode matar o piloto, mas na F1 o objetivo não é esse. E no vale-tudo, o ‘vale tudo’ é vencer o oponente, massacrando o cara”, disse.

Ele também não utiliza nenhum fundamento bíblico para basear suas convicções, apenas diz que a prática não condiz com os valores passados pela Palavra de Deus. “Não consigo aceitar uma brutalidade como o vale-tudo como esporte ou mesmo como algo para entretenimento cristão. Mas é claro que não tem um verso ‘não lutarás MMA’, isso é uma questão contemporânea. Deduzo pelos parâmetros bíblicos do amor ao próximo que arrebentar a cabeça de um ser humano, criado por Deus, por ‘esporte’ é ridículo”.

 

Princípios bíblicos


Geremias do Couto também fala que o esporte em questão foge dos princípios bíblicos. “Biblia não trabalha simplesmente com regras. Ela trabalha com princípios, que devem ser aplicados nas mais diferentes circunstâncias. Há muitas outras coisas das quais a Bíblia não fala de forma explícita, mas por causa dos princípios que ela nos oferece podemos fazer bem as nossas escolhas e evitar aquilo que não glorifica a Deus. Paulo escreveu: “Quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus”, 1 Coríntios 10.31. A grande pergunta é: esse esporte glorifica a Deus?”

O mantenedor do portal apologético NAPEC vai mais longe:  ”Pergunte a um cristão se uma tourada é um esporte bacana. Não, dirão em coro! Judiar do pobre animal não é certo. E a caça esportiva? não é certo!. Então seria ético arrebentar outro ser humano numa competição esportiva?”

 

Vale-tudo na Igreja


Weronka também critica a prática de lutas dentro da igreja, como acontece na Igreja Renascer, que chegou a ser notícia no canal NatGeo (National Geographic) por montar um ringue dentro da igreja e promover a luta como “forma de evangelismo”.

“Uns dizem que o vale-tudo pode ser uma estratégia de evangelismo, então “vale tudo” para ter os jovens ali?” questiona Weronka que não concorda com o fato de uma igreja evangélica apoiar esse tipo de esporte.

“Sob a desculpa pragmática dos ‘fins justificam os meios’ a igreja vai ficando com a cara do mundo. E se a igreja deve ficar assim, prefiro ser um esquisito e manter a ortodoxia bíblica”, critica o teólogo.

Fonte: Gospel Prime

“Aqui se prega contra o pecado, não contra o sabonete”, diz pastor da Deus é Amor em resposta à Lanna Holder

“Aqui se prega contra o pecado, não contra o sabonete”, diz pastor da Deus é Amor em resposta à Lanna Holder

Lourival deixou claro que eles não pregam contra o sabonete e sim contra o pecado
“Aqui se prega contra o pecado, não contra o sabonete”,
 diz pastor da Deus é Amor em resposta à Lanna Holder

O pastor Lourival Almeida resolveu responder aos deboches de Lanna Holder que durante uma pregação na igreja inclusiva Cidade Refúgio falou contra os usos e costumes das igrejas Assembleia de Deus e Deus é Amor.

Lourival é pastor da IPDA e genro do fundador, David Miranda, e na resposta falou em nome não só da denominação que pertence como também em nome dos assembleiano que se sentiram ofendidos pelas palavras da missionária.

“Tem igreja que não serve pra nada a não ser para criar confusão”, disse o pastor durante um culto de terça-feira, 16, que foi transmitido pela rádio da IPDA.

Ele questiona os presentes sobre o porquê que falam que na Deus é Amor não pode tomar banho com sabonete. “Eu simplesmente acho que por alguma razão  algumas pessoas não gostam que as pessoas venham na Deus é Amor porque se vierem vão gostar”, disse ele que também chamou a atenção para o fato das pessoas “que parecem ser povo de Deus” que ficam atacando o povo de Deus.

“Aqui na nossa igreja a gente prega contra o pecado, a gente não prega contra o sabonete”, respondeu o pastor que resolveu contar sobre a vida da missionária, dizendo que por muito tempo ela “enganou” os assembleianos.

Lourival também resolveu se pronunciar sobre o homossexualismo, dizendo que a homofobia sempre foi crime, mas que na Deus é Amor não é a favor da violência contra ninguém, e foi enfático ao dizer não haverá um culto só para os gays. “Aqui na igreja Deus é amor nunca vai ter isso [culto gay]“.

“Se biblicamente nós entendemos que uma coisa é pecado, não significa que ela seja crime”, disse o genro de David Miranda que exemplificou falando sobre a traição que deixou de ser crime no Brasil.

“Nós não temos do que nos envergonhar, se você não usava sabonete porque a mulher lésbica falou, pode usar”, disse o pastor encerrando o assunto.

Ouça:

Fonte: Gospel Prime

Pastor cria igreja drive thru e diz que Jesus faria o mesmo

Pastor cria igreja drive thru e diz que Jesus faria o mesmo

O pastor David Ray é o responsável pelo projeto e afirma que essa é a terceira igreja que fundou nesse estilo
Pastor cria igreja drive thru e diz que Jesus faria o mesmo

O conceito de Drive Thru hoje em dia muitas vezes é associado apenas a cadeias de lanchonete.
Mas antigamente existiam os cinemas drive thru. As pessoas dirigiam até o local, olhavam para uma tela enorme e ouviam o som do filme numa frequência específica nos rádios do automóvel. A ideia era aliar o conforto e a privacidade do automóvel com uma forma barata de diversão. Com o tempo esse tipo de lugar deixou de existir.

Mas na cidade de Lucas, no Texas, um pastor decidiu ressuscitar o conceito e usá-lo para pregar o evangelho. Nasceu assim o “Sanctuary Under the Sky”. [Santuário a céu aberto] onde o fiel pode estacionar seu carro, pegar um boletim e acompanhar o culto no conforto de seu carro, incluindo o louvor e até a benção após o sermão. A igreja funciona no estacionamento da escola de ensino médio Lovejoy .
Fiéis como Gene Schulle gostaram da iniciativa. “Esta é a primeira vez que usei shorts na igreja”, explica Schulle.

Na verdade, trata-se de um culto “alternativo” promovido pela Igreja Presbiteriana do Mestre que ocorre todos os domingos às 9 da manhã

Dotty Claybrook, que participou do culto disse que o contato com a natureza é muito bom e acrescenta que para adorar a Deus prefere um ambiente mais íntimo – sozinha em seu carro.

O pastor David Ray é o responsável pelo projeto e afirma que essa é a terceira igreja que fundou nesse estilo. “Seu objetivo é atrair pessoas que não estão dispostas a participar de cultos convencionais. Ele afirma que Jesus iria gostar da iniciativa. “Tudo que ele fazia era a céu aberto, sermões inclusive. Dentro de quatro paredes de um templo ele só encontrou problemas”, afirma

Para os que preferem ter contato com outros cristãos, o auditório da escola também é usada para os cultos da igreja presbiteriana às 10h30

Assista a reportagem (em inglês):

Fonte: Gospel Prime

Mulher degola filho de 5 anos após falar com Deus e pedir força ao diabo

Mulher degola filho de 5 anos após falar com Deus e pedir força ao diabo

Os parentes informaram à polícia que a jovem de 27 anos apresentava quadro de depressão
Mulher degola filho de 5 anos após falar com Deus e pedir força ao diabo

Policiais militares da cidade de Açailândia prenderam em flagrante delito, no domingo 21, Elizete Feitosa de Sousa, 27 anos, suspeita de matar o filho de 5 anos. De acordo com informações policiais, o crime ocorreu por volta das 23hs do domingo, na residência de Elizete, localizada em um assentamento chamado Califórnia, nas proximidades da BR-222, entre Açailândia e Imperatriz.

Em entrevista ao jornal local, a jovem disse que tirou o garoto da rede e o colocou na cama, pegou a faca e se ajoelhou para falar com Deus e depois falou com o diabo pedindo forças para matar a criança.

“Os vizinhos e parentes de Elizete afirmaram que ela já vinha apresentando vários sinais de depressão, e por isso teria tentado se suicidar inúmeras vezes”, afirmou o delegado de Polícia Civil, Sidney Oliveira, que acompanha o caso.

O esposo dela, Donizete Sousa, estava viajando a trabalho e não quis gravar entrevistas sobre o caso. Ao delegado ele informou que sua esposa chegou a ser levada ao médico por falar e dar risadas sozinha e depois da internação começou a tomar remédios antidepressivos.

Elizete Feitosa de Sousa foi autuada por homicídio doloso e se encontra na Delegacia Regional e lá ficará à disposição da justiça para prestar mais esclarecimentos.

Assista à reportagem da TV Mirante;
Fonte: Gospel Prime
Com informações Imirante

Padre se converte e leva pastor para pregar dentro de Igreja Católica na Itália

Padre se converte e leva pastor para pregar dentro de Igreja Católica na Itália

Ele estava pregando e distribuindo bíblias
Padre se converte e leva pastor para pregar dentro de Igreja Católica na Itália

O padre Luca De Pero ministrou sua última missa neste domingo, 28, em uma igreja católica na região Centro-Norte da Itália, perto de Cesena. Ele foi expulso por ter se convertido ao evangelho e por passar a pregar sobre isso e também por distribuir Bíblias.

A conversão do padre aconteceu em 2010 e desde então ele tem sido discipulado pelo pastor Fabiano Nicodemo, missionário em Cesena que recentemente pediu para a igreja orar pelo padre que estava sendo afastado do cargo.

“Ore para que Deus dê-lhe ousadia para falar de seu amor por Jesus e sobre o real motivo de ter sido afastado da igreja; não por questões de saúde como foi alegado. Interceda também por seu futuro e o apoio como possível obreiro da terra dos batistas brasileiros aqui em Cesena”.

Luca chegou a ser reprimido pelo Vaticano por ter levado o pastor para pregar em sua igreja na Sexta-Feira Santa. Sem contar que seus testemunhos foram responsáveis pela conversão de vários outros católicos.

Fonte: Gospel Prime
Com informações JMM

domingo, 28 de agosto de 2011

Mais 2 mil católicos se tornam evangélicos todos os meses no Mato Grosso do Sul

Mais 2 mil católicos se tornam evangélicos todos os meses no Mato Grosso do Sul

Em todo o estado foram 178 mil pessoas, só na capital Campo Grande foram 94,6 mil
Mais 2 mil católicos se tornam evangélicos todos os meses no Mato Grosso do Sul

A Igreja Católica perdeu aproximadamente 2,7 mil fiéis por mês em Mato Grosso do Sul entre 2003 e 2009. Pelo menos 75% dos ex-devotos, ou 2 mil por mês, migraram para igrejas evangélicas, de acordo com dados do novo Mapa das Religiões da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Este mapa foi formado com base em dados de 2009 da POF (Pesquisa de Orçamento Familiar) do IBGE que também revela que em seis anos, o percentual de evangélicos aumentou de 19,31% para 25,32% (somando pentecostais e não pentecostais), ou seja, cerca de 178 mil novos fiéis, 2,4 mil a cada mês. No mesmo período, os católicos passaram de 71,96% dos sul-mato-grossenses para 63,7% em 2009, ou 195 mil a menos.

Apesar da diminuição de oito pontos percentuais no número de fiéis, os católicos continuam sendo a maioria no estado. Na capital Campo Grande, a queda foi ainda maior, 12,5 pontos, embora continue com mais da metade dos habitantes da cidade. Passou de 65,38% para 52,85%. Isso significa que, só na Capital, a Igreja Católica perdeu 94,6 mil fiéis.

O mapa também mostrou pequenas alterações entre os que professam a fé Espiritualista, entre as religiões orientais ou asiáticas e também entre os praticantes de religiões afrobrasileiras. Os espíritas tiveram pequeno declínio, passando de 1,98% para 1,93%. Devotos de religiões orientais e asiáticas passaram de 0,37% para 0,38%. Quase dobrou o o número de praticantes de religiões afrobrasileiras, embora ainda seja um grupo muito pequeno. Passou de 0,15% para 0,26%.

Sem religião

Além do crescimento dos evangélicos em Mato Grosso do Sul, também aumentou o número de pessoas que declaram pertencer a outras religiões e dos que dizem não ter religião. Oito anos atrás, 5,91% dos sul-mato-grossenses diziam não ter religião, em 2009, o percentual passou para 6,7%. Já o número de pessoas de outras religiões mais que dobrou – de 1,03% em 2003 para 2,25% em 2009.

Fonte: Gospel Prime
Com informações Correio do Estado

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Igreja é proibida de construir em rua com nome islâmico

Igreja é proibida de construir em rua com nome islâmico

O prefeito da cidade vetou a construção da Igreja na Indonésia
Igreja é proibida de construir em rua com nome islâmico

Em Bogor, na Indonésia, cristãos estão sendo impedidos de reabrir sua igreja. Segundo o prefeito da cidade, Diani Budiarto, a igreja de Yasmin não pode ser construída no local, porque a rua em que o templo está tem um nome islâmico.

O supremo Tribunal da Indonésia, juntamente com a comissão de justiça já se posicionou contra a decisão do prefeito, mas ele decidiu manter o veto. Segundo o ministro dos Assuntos Internos, o chefe do executivo municipal está desafiando a justiça ao permanecer com a decisão. Ainda segundo ele não existe impedimentos jurídicos para a construção da igreja, ainda que a rua tenha um nome Islâmico.

O porta-voz da igreja, Bona Sigalingging, afirmou que o prefeito está errado e completou dizendo que algumas igrejas estão em ruas com nomes islâmicos e mesquitas foram construídas em ruas com nomes cristãos. Além disso, afirmou que não aceitarão qualquer espaço alternativo e querem continuar com a construção da igreja, e que o está indo contra a lei, contra a decisão do tribunal e contra a recomendação da Justiça.

Muhammad Mustofa, um clérigo muçulmano local, cujo pai é homônimo nas ruas, e afirmou que não vê problema na construção da igreja e ressaltou que as diferenças entre as religiões não são problemas novos e coisas semelhantes acontecem desde os tempos do profeta Maomé.

Os cristãos aguardam agora interferência da justiça.

Fonte: Gospel Prime
Com informações Portas Abertas

Conferência Pentecostal marca o fim das comemorações do centenário organizadas pela CGADB

Conferência Pentecostal marca o fim das comemorações do centenário organizadas pela CGADB

O evento acontecerá em São Paulo com a expectativa de reunir 100 mil assembleianos no dia 15 de novembro
Conferência Pentecostal marca o fim das comemorações do centenário organizadas pela CGADB

Entre os dias 12 e 15 de novembro a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) vai realizar a Conferência Pentecostal da Região Sudeste, o último evento promovido pela organização em comemoração ao centenário das ADs.

“Estamos esperando irmãos de todo o Brasil para essa grande festa de adoração a Deus e ações de graças pelos 100 anos de bênçãos derramadas sobre as Assembleias de Deus no Brasil. Cremos que serão momentos marcantes na presença de Deus”, declara pastor José Wellington, líder da CGADB.

O evento acontecerá nos dias 12,13 e 14 na sede da Assembleia de Deus no Belenzinho, São Paulo. O primeiro dia da conferência envonverá as irmãs do Círculo de Oração; no dia 13, os jovens; e no dia 14, os adolescentes.

Já o encerramento da Conferência Pentecostal acontecerá no estádio do Pacaembu. Para o dia 15 a AD Belém espera receber cerca de 100 mil assembleianos.

Entre os preletores confirmados para este evento estão os pastores George Oliver Wood, presidente do Comitê Mundial das Assembleias de Deus e do Concílio Geral das Assembleias de Deus nos Estados Unidos, e o pastor Prince Guneratnam, que foi eleito em agosto do ano passado, na Conferência Mundial Pentecostal na Suécia, presidente do Comitê Mundial Pentecostal. Pastor Guneratnam é também líder da Igreja do Calvário na Malásia, uma congregação da Assembleia de Deus naquele país.

Fonte: Gospel Prime

Site de empregos ajuda profissionais adventistas que precisam guardar o sábado

Site de empregos ajuda profissionais adventistas que precisam guardar o sábado

O objetivo é aproximar trabalhadores de empresários que não exigem atividades no sétimo dia
Site de empregos ajuda profissionais adventistas que precisam guardar o sábado

Depois de ter que rejeitar muitas propostas de emprego por não poder trabalhar aos sábados, o profissional de artes gráficas Eduardo Fonseca resolveu criar um site de empregos para ajudar outros adventistas que passam pelo mesmo.

O “7 Saturday” tem como objetivo aproximar adventistas a empresários que gostariam de oferecer oportunidades para essas pessoas que por motivos religiosos precisam guardar o sábado.

Recentemente uma participante do reality show “A Casa da Ana Hickmann”, parte do programa Tudo é Possível da Rede Record, desistiu de atração por não poder participar das festas que acontecem às sextas-feiras e nem da programação do sábado por ser membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Ao se despedir da apresentadora, Wasthi Lavers de Castro ouviu a seguinte frase: “Pessoas de princípios e que acreditam nos seus princípios e seguem os seus princípios são pessoas em quem se pode confiar.”

Assim como Wasthi e Eduardo outros profissionais que precisam guardar o sábado enfrentam dificuldades na hora de encontrar um emprego. O site então vai oferecer vagas que não tenham que trabalhar no sétimo dia e assim oferecer novas oportunidades para esses trabalhadores.

Quem quiser fazer o cadastro de vagas ou profissionais basta acessar o site http://7saturday.com/. O cadastro é gratuito.

Fonte: Gospel Prime
Com informações Criacionismo

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Adolescente assembleiano é sucesso no Programa Raul Gil

Adolescente assembleiano é sucesso no Programa Raul Gil  

Apesar de estar em um programa secular ele faz questão de só apresentar músicas religiosas e se prepara para lançar seu segundo CD gospel

Adolescente assembleiano é sucesso no Programa Raul Gil

Um garoto de apenas 12 anos tem chamado a atenção do público e também dos jurados do Programa Raul Gil. João Antônio, que mora em Sorocaba (SP) e frequenta a Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Vila Angélica, está há duas semanas participando do quadro Jovens Talentos Kids, ganhando destaque por sua bela voz.

O evangélico diz em seu Twitter, que é “um adorador de pequena estatura, mas com essência” e tem provado isso, emocionando a muitos nas interpretações que fez das músicas Agnus Dei e Happy Day que apresentou no palco do programa.

Nos dos dois últimos sábados (13 e 20), Jotta A, nome artístico do jovem, não só marcou a plateia, que aplaudiu de pé, como também os jurados que ficaram emocionados.

Com a exposição, a rotina de Jotta A mudou completamente. Ele conta que na escola o assédio tem sido muito grande por parte dos professores e colegas. “Os professores me tratam como um bebê e todos os colegas ficam querendo saber como é participar do programa”.

Mesmo participando de um programa de auditório em rede nacional e pressionado pela mídia, Jotta A é enfático ao afirmar que não pretende cantar músicas seculares durante a competição. No próximo sábado (27), Jotta A vai interpretar outro clássico mundial da música gospel.

CD Gospel


Atualmente, o jovem está preparando o próximo CD que será lançado em setembro, durante a Expocristã, em São Paulo. O primeiro trabalho foi gravado aos seis anos, com a produção de Alex Silva.

Mesmo que a maioria das pessoas não cogitem a possibilidade de que Jotta A não vença o programa, o menino diz que , caso isso aconteça, sempre continuará tentando e seguirá a carreira como cantor gospel, mas sem deixar de lado a intimidade que tem com o Senhor. “É algo que busco ter sempre. Todas as vezes, antes de me apresentar, faço minha oração e digo: ‘Senhor, a glória é para Ti!’”, finaliza.

Assista:



Fonte: Gospel Prime
Com informações CPADNEWS

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Estudo mostra os estados com maior número de evangélicos pentecostais

Estudo mostra os estados com maior número de evangélicos pentecostais

O Acre tem mais pentecostais e aparece no topo da lista
Estudo mostra os estados com maior número de evangélicos pentecostais

De acordo com o Novo Mapa das Religiões elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) o estado brasileiro com o maior número de evangélicos pentecostais é o Acre, com 24,18% do total. Sendo que em Rio Branco, a capital, a proporção é de 28,43%.

Esses resultados foram formados com base em dados de 2009 da POF (Pesquisa de Orçamento Familiar), do IBGE e mostram que em segundo lugar está o estado de Rondônia com 19,95%, seguido por Pará (19,41%) e Amapá (19,01%). São Paulo ficou em 13º lugar, com 14,62%, e o Rio de Janeiro em 15º, com 14,18%.

No ano da pesquisa, os fiéis das pentecostais representaram 12,76% da população. Segundo o pesquisador Marcelo Néri, o responsável pelo mapa, a Assembleia de Deus já é a segunda maior igreja do Brasil, abaixo da Católica. A pesquisa também revelou que as s igrejas pentecostais são as que mais têm se expandido no território brasileiro.

Os evangélicos — pentecostais e de outras denominações — subiram de 17,9% em 2003 para 20,2% em 2009. Eles são representativos principalmente nas classes D e E, afirmou Néri.

Ranking dos Estados com mais pentecostais:

,1 – Acre: 24,18%
2 – Rondônia: 19,75%
3 – Pará: 19,41%
4 – Amapá: 19,01%
5 – Distrito Federal: 18,87%
6 – Roraima: 18,28%
7 – Goiás: 15,65%
8 – Mato Grosso do Sul: 15,52%
9 – Tocantins: 15,51%
10 – Espírito Santo: 15,09%
11 – Amazonas: 15,09%
12 – Mato Grosso: 14,95%
13 – São Paulo: 14,62%
14 – Paraná: 14,48%
15 – Rio de Janeiro: 14,18%
16 – Pernambuco: 12,24%
17 – Minas Gerais: 11,63%
18 – Maranhão: 11,58%
19 – Rio Grande do Norte: 11,34%
20 – Rio Grande do Sul: 9.78%
21 – Santa Catarina: 9,18%
22 – Ceará: 9,17%
23 – Alagoas: 8,63%
24 – Bahia: 8,44%
25 – Paraíba: 7,80%
26 – Piauí: 6,18%
27 – Sergipe: 4,75%

Região metropolitana (só a periferia da capital)

1 – Belo Horizonte: 24,48%
2 – Curitiba: 24,21%
3 – Salvador: 24,02%
4 – Rio de Janeiro: 20,25%
5 – Belém: 20,05%
6 – Recife: 16,95%
7 – São Paulo: 16,19%
8 – Porto Alegre: 12,69%
9 – Fortaleza: 10,45%

Capitais

1 – Rio Branco (AC): 28,43%
2 – Belém (PA): 22,99%
3 – Boa Vista (RR): 21,21%
4 – Porto Velho (RO): 19,02%
5 – Brasília (DF): 18,82%
6 – Macapá (AP): 18,38%
7 – Palmas (TO): 17,44%
8 – Campo Grande (MS): 17,18%
9 – Curitiba (PR): 16,07%
10 – Manaus (AM): 15,30%
11 – Goiânia (GO): 14,91%
12 – Belo Horizonte (MG): 13,44%
13 – São Luís (MA): 13,11%
14 – Cuiabá (MT): 13,04%
15 – Natal (RN): 12,18%
16 – Maceió (AL): 11,84%
17 – Fortaleza (CE): 11,56%
18 – João Pessoa (PB): 11,01%
19 – Rio de Janeiro (RJ): 10,95%
20 – São Paulo (SP): 10,67%
21 – Recife (PE): 10,36%
22 – Salvador (BA): 10,01%
23 – Vitória (ES): 8,42%
24 – Porto Alegre ( RS): 8,03%
25 – Florianópolis (SC): 6,81%
26 – Teresina (PI): 5,90%
27 – Aracaju (SE): 4,18%

Fonte:  Gospel Prime
Com informações Paulopes

R.R Soares reúne mais de mil pessoas em culto no Rotary Club

R,R Soares reúne mais de mil pessoas em culto no Rotary Glub em Nova mamoré-RO

 
O fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, Romildo Ribeiro Soares, conhecido como Missionário R. R. Soares, reuniu cerca de 1 mil pessoas na manhã de segunda-feira (22), no Rotary Club, durante momento de evangelização em Guajará-Mirim. O evento teve apoio do poder público e da iniciativa privada, atraindo inclusive fiéis de Nova Mamoré, Guayaramerin – BO e até da área rural.
O Missionário da Igreja Internacional da Graça de Deus, RR Soares, e líder maior da igreja, permaneceu na cidade por aproximadamente uma hora e meia, tempo suficiente para pregar a palavra de Deus e realizar o seu show da fé, programa transmitido por várias emissoras de TV dos pais e canal RIT de Televisão. No momento de milagres, o Missionário reuniu diversas pessoas que estariam sofrendo de dores no braço, várias pessoas se manifestaram afirmando estarem curadas como foi o caso da moradora Carmen Monteiro.
R.R. Soares afirmou durante coletiva a imprensa afirmou que estaria ali para repetir suas orações, que a palavra de Deus fosse confirmada e que milagres ocorreriam naquela manhã.
Os membros da Igreja Internacional da Graça de Deus, sob a responsabilidade do Pastor Ozias e o ombreiro Roberto Nunes, proporcionaram mais uma vez a vinda do Missionário e dos cantores Bruna Martins e Fernandes Lima.
No domingo, R.R Soares celebrou culto no Acre, depois de Guajará-Mirim seguiu para Porto Velho, onde ainda percorreria pelos municípios de Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena
FONTE: O MAMORÉ

terça-feira, 23 de agosto de 2011

A Terra é quadrada e o sol gira em torno dela, diz pastor utilizando versículos bíblicos

A Terra é quadrada e o sol gira em torno dela, diz pastor utilizando versículos bíblicos

Usando a Bíblia ele diz que é o Sol que gira em torno da Terra
A Terra é quadrada e o sol gira em torno dela, diz pastor utilizando versículos bíblicos

O pastor Carlos da cidade de Goianésia (GO) diz que a Bíblia afirma que a Terra é quadrada quando se refere aos quatro cantos da Terra.

“A palavra do Senhor diz que a Terra é quadrada, porque a palavra diz que enquanto o evangelho não for pregado nos quatro cantos da Terra não virá o fim”, diz ele.

Não há informações sobre qual a denominação que esse pastor representa, o vídeo foi postado no Youtube e gerou muita polêmica nos comentários.

Outra tese levantada pelo pastor Carlos é que a Terra não gira, e sim o Sol. “A Terra também não gira, quem gira é o Sol”, diz ele citando Eclesiastes 1:5 e também o capítulo Josué 10:12 que fala da oração que parou o Sol.

Os rapazes que filmaram o vídeo o questionam sobre a gravidade, querendo entender como estamos firmados na Terra se ela não gira e não é redonda, o pastor desconversa e tenta levantar outra polêmica: “O papagaio fala, mas o macaco não. Pela ciência diz que o homem veio do macaco, mas eu digo pra você e provo na Bíblia que Deus abre o bico do papagaio, mas não abre a boca do macaco”.

Assista:
Fonte: Gospel Prime

Natal ganha monumento em homenagem à Bíblia

A obra foi inaugurada em julho na orla da Praia do Meio

Natal ganha monumento em homenagem à Bíblia

A cidade de Natal recebeu um monumento em homenagem à Bíblia que foi construído na Avenida Café Filho, em frente à movimentada orla da Praia do Meio. A obra que foi autorizada pela prefeitura potiguar, foi projetada pelo designer Luiz Alem Marques e custeada pela Ordem dos Pastores Evangélicos de Natal (OPEN).
Inaugurada no dia 16 de junho, o monumento era um sonho antigo que vinha sendo planejado desde 1997.

Vista de cima, a obra apresenta uma forma de cruz, com as pontas posicionadas para o norte, sul, leste e oeste, onde se apresentam as Escrituras em idiomas diferentes (português, grego e latim). A estrutura possui também um globo central entrelaçado por arcos, uma ponta direcionada para o céu e duas letras na base (alfa e ômega).

A proposta dessa obra foi criar um novo marco que transmitisse ao mesmo tempo várias informações alusivas à Bíblia. “Era preciso que esse monumento transmitisse uma mensagem descrita pela sua forma. Cada pessoa que visualizá-lo terá uma leitura fácil, mas poderá fazer sua própria interpretação, pois a arte é subjetiva”, explica o designer responsável pelo trabalho.

Erní Seibert, secretário de Comunicação e Ação Social da SBB (Sociedade Bíblia do Brasil), diz que o monumento é, não somente um marco de louvor a Deus, mas também um testemunho público do valor da Palavra para a vida das pessoas. “São iniciativas como essas que colocam a Bíblia dentro da cultura de um povo e facilitam o acesso das pessoas ao conhecimento da Palavra que pode tornar a todos sábios para a salvação pela fé em Jesus Cristo”.

Fonte: Gospel Prime
Com informações SBB

Senador Marcelo Crivella lamenta retirada de outdoor em Ribeirão Preto

Senador Marcelo Crivella lamenta retirada de outdoor em Ribeirão Preto

Para ele, se os homossexuais querem respeito, precisam respeitar também a opinião de quem discorda deles
Senador Marcelo Crivella lamenta retirada de outdoor em Ribeirão Preto

Em seu pronunciamento nesta segunda-feira, 22, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) lamentou a decisão da justiça de retirar o outdoor criado pela igreja Casa de Oração de Ribeirão Preto com versículos bíblicos que condenam o homossexualismo.

O senador ligado à Igreja Universal do Reino de Deus considerou que a decisão foi tomada “de maneira arrogante e antidemocrática” e feriu o direito à liberdade de expressão do grupo evangélico.

Em seu discurso Crivella afirmou que o Senado não pode se calar diante do que classificou como um “atentado à liberdade de expressão e de religião”.

“Isso aqui é a Bíblia, isso aqui é a palavra de Deus. Isso aqui é o primeiro livro impresso nas prensas de Gutemberg e o mais lido nas civilizações ocidentais de origem cristã. Isso não pode ser censurado. Esse país iniciou-se com uma missa. Esse país começou com princípios cristãos, de família, com a Bíblia aberta nos lares. E nós não podemos abrir mão de que essa palavra seja pregada. Eu não estou fazendo nada mais do que citar a Bíblia”, defendeu o senador.

O outdoor continha textos de Levítico e Romanos que condenam as práticas homossexuais. Ao ser exposto na cidade do interior de São Paulo vários grupos gays e até a Defensoria Pública se levantaram contra e um defensor público chegou a entrar em contato com o pastor responsável para ameaçá-lo de processo. Até que a vara cível da cidade resolveu retirar o anúncio.

Marcelo Crivella argumentou que, se os homossexuais querem respeito, precisam respeitar também a opinião de quem discorda deles. E enfatizou que a decisão do Supremo Tribunal Federal de reconhecer a união entre pessoas do mesmo sexo não autorizou a censura à Bíblia nem o cerceamento da liberdade de pensamento no país. Para o senador, “a Bíblia é, como ela é” e qualquer um tem o direito de pregá-la.

“Não podemos retroceder, não podemos aceitar retrocesso”, afirmou.

Em aparte, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) concordou com a crítica de Crivella à decisão da Justiça de Ribeirão Preto. Ataídes disse estar indignado com a medida e a considerou um “preconceito” contra a igreja.

Com informações Agência Senado

Pastor que divulgou outdoor contra homossexualismo chora pedindo para que a Igreja reaja

Pastor que divulgou outdoor contra homossexualismo chora pedindo para que a Igreja reaja

O anuncio foi retirado sem prévia comunicação com a Igreja Casa de Oração que pagou pela peça publicitária
Pastor que divulgou outdoor contra homossexualismo chora pedindo para que a Igreja reaja

O pastor  Antônio Hernandes Lopes da Igreja Casa da Oração de Ribeiro Preto concedeu uma entrevista ao Portal Cristão News falando sobre a retirada do outdoor criado por eles mostrando mensagens bíblicas que condenam o homossexualismo.

O anuncio foi alvo de manifestações que fizeram com que a Defensoria Pública entrasse com uma ação pedindo a retirada do outdoor. O pastor afirma que não foi comunicado sobre a retirada, mas sabe que a  decisão foi tomada pela vara cível da comarca de Ribeirão Preto, onde o juiz assinou uma liminar com pena de multa.

Mas não foi a igreja quem retirou o anuncio do local. “Quem tirou o outdoor foi o poder público, nós não tiramos o outdoor, nós não negamos à palavra de Deus”, disse o pastor que ainda citou o texto de Romanos 8:33 que diz “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.”

Hernandes contou que recebeu a ligação do defensor público que ameaçou processá-lo caso ele não retirasse o outdoor, mesmo assim o pastor da Casa de Oração tentou negociar pedindo o cancelamento da Parada Gay (que aconteceu no dia 21), mas o defensor informou que o evento não poderia ser anulado.

 

Lágrimas

O pastor acabou chorando durante a entrevista. “Eu não choro de tristeza, e sim de alegria, eu clamo a todos os homens e mulheres de Deus nesta terra: acorda Igreja! Acorda para o que estamos vivendo, acorda igreja que dorme! Eu não estou chorando porque eu estou com medo, eu estou chorando porque eu estou vendo uma igreja morta! Dormi em um país democrático e acordei em um país ditatorial!”

Fonte: Gospel Prime
Com informações Portal Cristão News

Igreja funciona dentro de boate na rua Augusta

Igreja funciona dentro de boate na rua Augusta

A Capital permite a ingestão de bebidas alcoólicas, desde que com moderação. Sexo, melhor dentro do casamento. "O projeto ideal é a castidade, mas, se não é essa a sua realidade, vamos seguir o caminho da reparação", aponta o pastor.
Igreja funciona dentro de boate na rua Augusta

Rua Augusta, 486. Às 3h de um sábado, dezenas de pessoas se aglomeram em frente ao Clube Outs, uma das muitas casas noturnas da região.

Para entrar, é preciso enfrentar seguranças engravatados e desembolsar R$ 20. Lá dentro, flanelados, tatuados e emos dançam hits da música pop dos anos 1980 e 90.

No dia seguinte, por volta das 18h, a casa continua a mil. Mas as portas estão abertas a qualquer um. Sob a luz de holofotes, uma banda anima um público jovem. Num telão, letras de músicas sobre louvor e compaixão. No bar, as garrafas de Smirnoff e Heineken permanecem intocadas.

O show termina, e Junior Souza, 37, surge. Veste uma camiseta preta estampada com o símbolo matemático que representa o “diferente”, tem o antebraço tatuado e brinco na orelha.

Dá alguns avisos, indica o lugar onde fica a caixinha de contribuições e anuncia pelo microfone: “Agora a gente vai fazer um intervalo e já continua o culto, beleza?”.

A pausa serve para que os fiéis da Capital Augusta possam trocar ideias. A Capital, como os habitués a ela se referem, é uma igreja protestante, fundada em 2009 pelo pastor Junior. O grupo inicial era formado por músicos, designers e gente que “já vivia a vida da Augusta”, segundo o pastor, que é professor de inglês e dá aulas na Faculdade Teológica Metodista Livre.

Quando o intervalo termina, Junior, de frente para um laptop, começa a ler um versículo da Bíblia. Carismático, ele às vezes quebra a leitura e traduz um trecho sagrado para uma fala informal.

A maioria dos presentes ainda não chegou aos 30 anos. São jovens antenados, que compartilham sua fé no Facebook e no Twitter. No site da igreja, são disponibilizados podcasts religiosos.

Dono de um corpo tatuado, o skatista e publicitário Bidu Oliveira, 20, diz que sofreu preconceito em outras igrejas e ali encontrou uma comunidade. “O foco aqui é Jesus”, justifica.

A Capital permite a ingestão de bebidas alcoólicas, desde que com moderação. Sexo, melhor dentro do casamento. “O projeto ideal é a castidade, mas, se não é essa a sua realidade, vamos seguir o caminho da reparação”, aponta o pastor. Gays são bem-vindos. “Na Augusta, é natural que eles frequentem. Nosso slogan é: ‘Proibido Pessoas Perfeitas’.”

Além do culto no Outs, há reuniões semanais nas casas dos integrantes. “Ali dividimos as alegrias e frustrações da vida em SP”, diz Junior, um paranaense de Assis Chateaubriand.

Antes de chegar à capital, ele era ligado, no interior, a uma igreja Vineyard, associação criada na Califórnia dos anos 1970. Não gosta de ser chamado de evangélico. “Tenho vergonha do que esse termo se tornou no Brasil”, confessa.

O aluguel do imóvel na Augusta é bancado por 12 pessoas da liderança da Capital. O dinheiro das doações, segundo o pastor, vai para missões religiosas e outras instituições. Valentim Van der Meer, promoter da boate, diz que aceitou alugar o espaço por simpatizar com a igreja. “É o mesmo público que frequenta o Outs na balada.”

Por volta das 21h, o culto termina ao som de Metallica. Por uma coincidência irônica que só uma rua tão augusta pode permitir, a poucos metros dali, no número 501, fica o Inferno Club. “É legal ter uma igreja na porta do inferno, mas, infelizmente, ele não está acessível. Eles cobram o dobro do aluguel daqui”, diz o pastor, rindo.

Assista:

Fonte: Folha.com. Gospel Prime

Pesquisas indicam o aumento da migração religiosa entre os brasileiros

Pesquisas indicam o aumento da migração religiosa entre os brasileiros

Pesquisas indicam o aumento da migração religiosa entre os brasileiros, o surgimento dos evangélicos não praticantes e o crescimento dos adeptos ao islã
Pesquisas indicam o aumento da migração religiosa entre os brasileiros

Acaba de nascer no País uma nova categoria religiosa, a dos evangélicos não praticantes. São os fiéis que creem, mas não pertencem a nenhuma denominação. O surgimento dela já era aguardado, uma vez que os católicos, ainda maioria, perdem espaço a cada ano para o conglomerado formado por protestantes históricos, pentecostais e neopentecostais. Sendo assim, é cada vez maior o número de brasileiros que nascem em berço evangélico – e, como muitos católicos, não praticam sua fé. Dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelaram, na semana passada, que evangélicos de origem que não mantêm vínculos com a crença saltaram, em seis anos, de insignificantes 0,7% para 2,9%. Em números absolutos, são quatro milhões de brasileiros a mais nessa condição. Essa é uma das constatações que estatísticos e pesquisadores estão produzindo recentemente, às quais ISTOÉ teve acesso, formando um novo panorama religioso no País.

Isso só é possível porque o universo espiritual está tomado por gente que constrói a sua fé sem seguir a cartilha de uma denominação. Se outrora o padre ou o pastor produziam sentido à vida das pessoas de muitas comunidades, atualmente celebridades, empresários e esportistas, só para citar três exemplos, dividem esse espaço com essas lideranças. Assim, muitas vezes, os fiéis interpretam a sua trajetória e o mundo que os cerca de uma maneira pessoal, sem se valer da orientação religiosa. Esse fenômeno, conhecido como secularização, revelou o enfraquecimento da transmissão das tradições, implicou a proliferação de igrejas e fez nascer a migração religiosa, uma prática presente até mesmo entre os que se dizem sem religião (ateus, agnósticos e os que creem em algo, mas não participam de nenhum grupo religioso). É muito provável, portanto, que os evangélicos pesquisados pelo IBGE que se disseram desvinculados da sua instituição estejam, como muitos brasileiros, experimentando outras crenças.

É cada vez maior a circulação de um fiel por diferentes denominações – ao mesmo tempo que decresce a lealdade a uma única instituição religiosa. Em 2006, um levantamento feito pelo Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (Ceris) e organizado pela especialista em sociologia da religião Sílvia Fernandes, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), verificou que cerca de um quarto dos 2.870 entrevistados já havia trocado de crença. Outro estudo, do ano passado, produzido pela professora Sandra Duarte de Souza, de ciências sociais e religião da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), para seu trabalho de pós-doutorado na Universidade de Campinas (Unicamp), revelou que 53% das pessoas (o universo pesquisado foi de 433 evangélicos) já haviam participado de outros grupos religiosos.

“Os indivíduos estão numa fase de experimentação do religioso, seja ele institucionalizado ou não, e, nesse sentido, o desafio das igrejas estabelecidas é maior porque a pessoa pode escolher uma religião hoje e outra amanhã”, afirma Sílvia, da UFRRJ. “Os vínculos são mais frouxos, o que exige das instituições maior oferta de sentido para o fiel aderir a elas e permanecer. É tempo de mobilidade religiosa e pouca permanência.” Transitar por diferentes crenças é algo que já ocorre há algum tempo. A intensificação dessa prática, porém, tem produzido novos retratos. Denominadores comuns do mapa da circulação da fé pregam que católicos se tornam evangélicos ou espíritas, assim como pentecostais e neopentecostais recebem fiéis de religiões afro-brasileiras e do protestantismo histórico. Estudos recentes revelam também que o caminho contrário a essas peregrinações já é uma realidade.

Em sua dissertação de mestrado sobre as motivações de gênero para o trânsito de pentecostais para igrejas metodistas, defendida na Umesp, a psicóloga Patrícia Cristina da Silva Souza Alves verificou, depois de entrevistar 193 protestantes históricos, que 16,5% eram oriundos de igrejas pentecostais. Essa proporção era de 0,6% (27 vezes menor) em 1998, como consta no artigo “Trânsito religioso no Brasil”, produzido pelos pesquisadores Paula Montero e Ronaldo de Almeida, do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap). Para Patrícia, o momento econômico do Brasil, que registra baixos índices de desemprego e ascensão socioeconômica da população, reduz a necessidade da bênção material, um dos principais chamarizes de uma parcela do pentecostalismo. “Por outro lado, desperta o olhar para valores inerentes ao cristianismo, como a ética e a moral cristã, bastante difundidas entre os protestantes históricos”, afirma.

Em busca desses valores, o serralheiro paraibano Marcos Aurélio Barbosa, 37 anos, passou a frequentar a Igreja Metodista há um ano e meio. Segundo ele, nela o culto é ofertado a Deus e não aos fiéis, como acontecia na pentecostal Assembleia de Deus, a instituição da qual Barbosa foi devoto por 16 anos, sendo sete como presbítero. O serralheiro cumpria à risca os rígidos usos e costumes impostos pela denominação.

“Eu não vestia bermuda nem dormia sem camisa, não tinha tevê em casa, não bebia vinho, não ia ao cinema nem à praia porque era pecado”, conta. Com o tempo, o paraibano passou a questionar essas proibições e acabou migrando. “Na Metodista encontrei um Deus que perdoa, não um justiceiro.”

A teóloga Lídia Maria de Lima irá defender até o final do ano uma dissertação de mestrado sobre o trânsito de evangélicos para religiões afro-brasileiras. A pesquisadora já entrevistou 60 umbandistas e candomblecistas e verificou que 35% deles eram evangélicos antes de entrar para os cultos afros. Preterir as denominações cristãs por religiões de origem africana é outro tipo de migração até então pouco comum.

Não é, porém, uma movimentação tão traumática, uma vez que o currículo religioso dos ex-evangélicos convertidos à umbanda ou ao candomblé revela, quase sempre, passagens por grupos de matriz africana em algum momento de suas vidas. Pai de santo há dois anos, o contador Silvio Garcia, 52 anos, tem a ficha religiosa marcada por cinco denominações distintas – e a umbanda é uma delas. Foi aos 14 anos, frequentando reuniões na casa de uma vizinha, que Garcia, batizado na Igreja Católica, aprendeu as magias da umbanda. Nessa época, também era assíduo frequentador de centros espíritas. Aos 30, ele passou a cursar uma faculdade de teologia cristã e, com o diploma a tiracolo, tornou-se presbítero de uma igreja protestante. Um ano depois, migrou para uma pentecostal, onde pastoreou fiéis por seis anos. “Mas essas igrejas comercializam a figura de Cristo e eu não me sentia feliz com a minha fé”, diz.

A teóloga Lídia sugere que os sistemas simbólicos das religiões evangélica e afro-brasileira têm favorecido a circulação de fiéis da primeira para a segunda. “Há uma singularidade de ritos, como o fenômeno do transe. Um dos entrevistados me disse que muito do que presenciava na Igreja Universal (do Reino de Deus) ele encontrou na umbanda”, diz. Em suas pesquisas, fiéis do sexo feminino foram as que mais cometeram infidelidade religiosa (67%). Os motivos que levam homens e mulheres a migrar de religião (leia quadro à pág. 60) foram investigados pela professora Sandra, da Umesp. Em outubro, suas conclusões serão publicadas em “Filosofia do Gênero em Face da Teologia: Espelho do Passado e do Presente em Perspectiva do Amanhã” (Editora Champanhat).

Uma diferença básica entre os sexos é que as mulheres mudam de religião em busca de graça para quem está a sua volta (a cura para filhos e maridos doentes ou a recuperação do casamento, por exemplo). Já os homens são motivados por problemas de fundo individual. Assim ocorreu com o empresário paulista Roberto Higuti, 45 anos, que se tornou evangélico para afastar o consumo e o tráfico de drogas de sua vida. Católico na infância, budista e adepto da Igreja Messiânica e da Seicho-No-Ie na adolescência, Higuti saiu de casa aos 15 anos e se tornou um fiel seguidor do mundo do crime. Sua relação com as drogas foi pontuada por internação em hospital psiquiátrico, prisão e duas tentativas de suicídio. Certo dia, cansado da falta de perspectivas, viu uma marca de cruz na parede, ajoelhou-se e disse: “Jesus, se tu existes mesmo, me tira dessa vida maldita.” Há cinco anos, o empresário é pastor da neopentecostal Igreja Bola de Neve, onde ministra dois cultos por semana. “Quero, agora, ganhar almas para o Senhor”, diz.

Antes de se fixar na Bola de Neve, Higuti experimentou outras quatro denominações evangélicas.
Mobilidades intraevangélicas como as dele ocorrem com aproximadamente 40% dos adeptos de igrejas pentecostais e neopentecostais, segundo a especialista em sociologia da religião Sílvia, da UFRRJ. Os neopentecostais, porém, possuem uma particularidade. Seus fiéis trocam de igreja como quem descarta uma roupa velha: porque ela não serve mais. São a homogeneização da oferta religiosa e a maior visibilidade de algumas denominações que produzem esse efeito. “Esse grupo, antigamente, era o tal receptor universal de fiéis, para onde iam todas as religiões. Hoje, a singularidade dele é o fato de receber membros de outras neopentecostais”, diz Sandra, da Umesp. “Quanto mais acirrada a concorrência, maior a migração.” A exposição na mídia, fundamentalmente na tevê, é a principal estratégia dos neopentecostais para roubar adeptos da concorrente direta. E cada vez mais as pessoas estabelecem uma relação utilitária com a religião. De acordo com a pesquisadora Sandra, se não há o retorno (material, na maioria das vezes), o fiel procura outra prestadora de serviço religioso. Estima-se, por exemplo, que 70% dos atuais adeptos da Igreja Mundial – uma dissidente da Universal – tenham migrado para lá vindos da denominação de Edir Macedo.

“Entre os neopentecostais não se busca mais um líder religioso, mas um mago que resolva tudo num estalar de dedos”, diz Sandra. “Essa magia faz sucesso, mas tem vida curta, uma vez que o fiel se afasta, caso não encontre logo o que quer.”

Fonte: Época, Gospel Prime

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

24º aniversário da mocidade vocal Brilho Celete

Nesse final de semana foi o 24º aniversário da mocidade vocal Brilho Celete na Igreja Assembléia de Deus-  Congregação do Bairro Jardim Aeroporto, na reponsabilidade do pastor José Liberato.

Paticiparam vários conjuntos de jovens da cidade de Ouro Preto do Oeste e a participação de uma caravana de jovens do município de Tarilândia .

O evento contou com a participação  de uma dupla de cantores e o pastor Márcio Rufino de Nova Londrina-RO,  com o tema : Jovens Eu Vos Escolhi Porque Sois Fortes. 1 JO 2.4 b.

O Vocal Brilho Celeste  apresentou vários louvores e também uma coreografia louvando e exaltado ao nome do SENHOR, e todos os conjuntos presentes louvaram com um hino unidos na graça de Deus.

O preletor,  pastor Márcio Rufino,  foi um canal de bênçãos, sendo usado por Deus ao trazer uma palavra de avivamento para toda a igreja, a igreja foi impactada pelo poder de Deus e almas se rederam aos pés de Cristo.


O SENHOR está operando grandemente na juventude de Ouro Preto do Oeste, impactando e enchendo com a unção do Espírito Santo para que seus servos levem o ide de Cristo. Um novo momento está acontecendo nessa cidade.

Glória seja dada ao nome do SENHOR JESUS!

Editado por: Jhonnatan Bellé
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"