chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Marco Feliciano faz depoimento polêmico e pede união interdenominacional


Marco Feliciano faz depoimento polêmico e pede união interdenominacional

Marco Feliciano faz depoimento polêmico e pede união interdenominacional

O deputado, Pastor Marco Feliciano, fez um pronunciamento polêmico na tarde desta quinta-feira (24), na Câmara Federal. Marco denunciou “a militância LGBTT de “conspiração”, de conspirar contra a família.
Marco voltou a criticar o Supremo por tomar decisões, como a união estável entre pessoas do mesmo sexo, antes do poder Legislativo e deu o exemplo dos magistrados franceses que “disseram que tal assunto era de competência do Parlamento, afinal o Parlamento foi eleito pelo povo e o povo é soberano”, disse Marco.
Marco chamou a atenção para as leis de privilégio que estão sendo levantadas. E pediu a Frente Parlamentar Evangélica – Na presidência do deputado João Campos – a Frente Parlamentar Católica, deputado Eros Biondini, que se sacrifiquem. “Sacrifiquem o conforto (pois falar deste assunto trás desconforto), sacrifiquem se preciso for, seus votos, e se preciso for, sacrifiquem até seus mandatos pelos nossos filhos e gerações futuras”, pediu o deputado.
Esboçando uma lista de recomendações políticas da Conferencia Nacional LGBT e em seguida citando nomes de parlamentares evangélicos e líderes cristãos, Marco finalizou pedindo união e encorajando os colegas a quebrarem as barreiras interdenominacionais.
“Fico Imaginando uma reunião com todos estes guerreiros, onde com uma visão, uma determinação, e liderança, poderemos resgatar as diretrizes do moral, do ético, dos bons costumes e mais, mostrar que pela Familia Brasileira quebramos as barreiras interdenominacionais. Estes homens e mulheres juntos, podem mobilizar 95% da população brasileira! Ainda da tempo. É possível!”, concluiu o pastor.
Leia as listas citadas pelo Pastor durante seu pronunciamento:
A conferencia Nacional LGBT de 2008 aprovou 561 recomendações políticas públicas para LBGT entre as quais:
- 1.1.2 – Inclusão da População LBGT em programas de alfabetização nas escolas públicas (cota para professor homossexual);
- 1.4.6 – Distribuição de livros para bibliotecas escolares com a temática diversidade sexual para o público INFANTO (até 10 anos) JUVENIL (10 aos 15 anos);
- 1.2.33 – Cria bolsa de estudo que qualifique os profissionais travestis e transexuais:
- 1.1.5 – Cursos de pós-graduação sobre diversidade sexual; num País onde 35% de seu povo é considerado analfabeto (não apenas porque não sabe ler e escrever, mas quando consegue ler – não sabe localizar a noticia no tempo e no espaço;
- 1.2.3 – Classificar como inadequadas para crianças, obras com conteúdos homofóbicos (bíblia por exemplo);
- 1.2.15 – Legalizar o Direito do Casal Homossexual de adotar filhos / com registro feito em nome do casal; (termo mãe e pai desaparecerá);
-1.2.10 – Presidios Especiais para a População LGBT;
- 1.3.35 – Criação de Selo nacional para empresas que apóiam ou estimulam os LBGT;
- 1.2.18 – Atenção Domiciliar humanizada aos idosos LGBT;
- 1.2.28 – Profissionalização da PopulaçãoLGBT (Programa Primeiro Emprego Gay);
- 1.3.42 – Implementação do programa viaja mais diversidade (Turismo LGBT);
- 2.1.9 – Reforma Agraria para a população LBGT ;
- 1.2.30 – Estimular o acesso de jovens LGBT nas ofertas de estágio remunerado;
- 1.1.6 – Cursos sobre os direitos da População LGBT;
- 1.2.31 – Capacitação Profissional para Travestis e Transexuais;
- 1.1.16 – Direitos sexuais e reprodutivos para a população LGBT;
- 1.2.4 – Controle Social junto as Redes de TV, com proibição de piadas LGBT;
- 1.4.10 – Promover pesquisa sobre homofobia ambiental;
Junto ao Conselho Federal da OAB, a Comissão Especial de Diversidade Sexual, no seu anteprojeto propõe:
Cap XVI – Dos Crimes
Art . 100 – Pai não pode ensinar ao filho sobre orientação sexual; padre, pastor não podem ensinar seus fiéis sobre esse assunto – pena de2 a5 anos de reclusão;
Art. 102 – Empregador ao não contratar um LGBT – pena de1 a3 anos de reclusão, agravando em um terço se for cargos públicos;
Art. 103 – Qualquer estabelecimento comercial que pedir para que DOIS HOMENS NÃO SE BEIJEM PUBLICAMENTE ALI – pena de1 a3 anos de reclusão;
Cap. XVII – Políticas Públicas
Art. 106 – Paragrafo IV – ELIMINAÇÃO DOS OBSTÁCULOS HISTÓRICOS, SOCIOCULTURAIS E INSTITUCIONAIS QUE IMPEDEM A REPRESENTAÇÃO DA DIVERSIDADE SEXUAL NAS ESFERAS PÚBLICA E PRIVADA : FAMILIA, IGREJA ?
Nomes que Marco citou durante seu pronunciamento, pedindo união:
- Pr. José Wellington Bezerra da Costa, Presidente da CGADB;
- Bispo Manoel Ferreira, Presidente da Assembléia de Deus de Madureira;
- Pr. Dr. Samuel Ferreira, Presidente da AD Bras;
- Pr. Dr. Abner Ferreira, Presidente da AD Madureira RJ;
- Pr. Silas Malafaia, Presidente da AD Vitoria em Cristo;
- Pr. Jabes de Alencar, Presidente do Conselho de Pastores de SP e AD Bom Retiro;
- Pr. Samuel Camara, Lider da AD Belem e Presidente da Rede de Comunicação Boas Novas;
- Missionário RR Soares, Lider da Igreja da Graça;
- Apóstolo Valdemiro Santiago, Lider da Igreja Mundial do Poder de Deus;
- Apóstolo Rene Terra Nova, ministério Internacional da Restauração;
- Apóstola Valnice Milhomens, líder da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo;
- Apóstolo Marcio Valadão, da Batista da Lagoinha;
- Pr. Jorge Linhares, da Batista do Getsemani;
- Pr. e Deputado Mario de Oliveira, Lider da Igreja do Evangelho Quadrangular;
- Pr. Cesino Bernardino, presidente dos Gidões Missionários da Ultima Hora;
- Pr. Reuel Bernardino, vice presidente dosGideões Missionários da Ultima Hora;
- Apóstolo Estevam Hernandes e Bispa Sonia Hernandes da Igreja Renascer;
- Bispo Robson Rodovalho, da igreja Sara Nossa Terra;
- Pr. Fad Farad, Lider do Ministerio da Fé;
- Apóstolo Ezequiel Teixeira, Lider da igreja de Vida Nova de Iraja;
- Pr. Marcos Gregório, Lider do Ministério Apascentar;
- Pr. Simonton, Lider da Comunidade Praia da Costa;
- Apóstolo Cesar Augusto, da igreja Fonte da Vida;
- Apóstolo Sinomar, Lider da Igreja luz para os povos;
- Apóstolo Doriel, líder da Casa da Benção;
- Pr. Aguiar Valvassoura, líder da Igreja do Nazareno;
- Pr. Aloisio Silva, líder da Igreja Videira em Goiania;
Bispo Macedo, líder da Igreja Uiversal do Reino de Deus;
- Pastores Custódio Rangel e Altomir, lideres da ADHONEP,
- Bispo João Carlos Lopes – Presidente do Colégio Episcopal Metodista;
- Rev. Obedis Ferreira da Cunha Jr. – Pr. Titular da Igr. Presbiteriana Nacional;
- Rev. Roberto Brasileiro Silva – Pres. Da Igr. Presbiteriana do Brasil;
- Pr. José Carlos da Silva – Pres. Da Convenção Batista Nacional;
- Pr. Egon Kopereck – Pres. Da Igr. Evangélica Luterana do Brasil;
- Pastores: Junior de Souza; Paulo Marcelo; Napoleão Falcão; Abilio Santana; Geziel Gomes; Adeildo Costa; Carvalho Junior; Aldery Nelson; Yossef Akiva; Gilmar Santos; Gilvan Rodrigues, pregadores das grandes massas e formadores de opinião;
- a todos os conselhos de pastores do Brasil, bem como todas as denominações evangélicas, pentecostais, neo pentecostais, ortodoxos, carismáticos, históricos, todos os pastores e obreiros;
- Rev. Adail Carvalho Sandoval, presidente Sociedade Biblica do Brasil;
- Dom Raimundo Damasceno – Presidente da CNBB –Conferencia nacional dos Bispos do Brasil,
- Dom Odilio Scherer, Arcebispo de São Paulo;
- Pe. Jonas Abibe, Presidente da TV Canção Nova;
- Conselho Episcopal da Igreja Católica e todas as suas circunscrições Eclesiasticas; seus bispos, cardeais, bispos, arcebispos, padres, presbíteros e diáconos e todos os religiosos e religiosas;
Fonte: O Verbo
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"