chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quarta-feira, 29 de maio de 2013

A Bíblia é antiga, diz pastor de igreja gay


As igrejas inclusivas estão crescendo no país atraindo os homossexuais que não se sentem acolhidos nas igrejas tradicionais.

A Bíblia é antiga, diz pastor de igreja gay
A Bíblia é antiga, diz pastor de igreja gay

O ministério “Incluir em Cristo” é a mais nova igreja inclusiva inaugurada no Brasil. Fundada há seis meses na cidade de Cabo Frio, a igreja tem como principal objetivo aceitar homossexuais.

Quem comanda os trabalhos dessa igreja é Alexandre Costa, 34 anos, que se assume como pastor. Ele conta que cresceu na igreja Metodista onde viu muitos homossexuais serem expulsos.

“Daí eu saí dessa igreja e conheci um pastor de uma igreja tradicional que me apresentou a teologia inclusiva. Não aceitei a nova ideia de imediato porque era tudo desconhecido, mas com base em estudos, eu notei a presença de Deus e entrei para uma igreja no Rio de Janeiro”, disse ele para a reportagem do G1.

O pastor auxiliar da Incluir em Cristo é Alessandro Brittes, 40 anos, ele relata que teve algumas “revelações” de que teria um rebanho formado por pessoas diferentes. “Por duas vezes eu estava em igreja evangélica em Duque de Caxias (Baixada Fluminense) e fui surpreendido por revelações que diziam que eu iria para uma região de muitas águas e que o meu rebanho seria de pessoas diferentes, distantes do entendimento da própria pessoa que Deus usou para falar comigo. Daí eu vim para Cabo Frio para passear, me apaixonei pela cidade e decidi morar aqui, mas sem nenhuma pretenção de abrir igreja”.

Quem procura este tipo de igreja são geralmente ex-membros de igrejas evangélicas que aceitam o homossexualismo. Muitos reclamam que não podem se assumir nestes ministérios e encontram nas igrejas inclusivas a liberdade de se relacionar com pessoas do mesmo sexo sem julgamentos.

Alexandre Costa diz que os vereadores da cidade de Cabo Frio foram procurados por pastores evangélicos que queriam impedir os trabalhos da igreja na cidade. “Antes mesmo de ter a igreja, alguns pastores da região estiveram na Câmara Municipal para nos criticar e que usaria a influência política para impedir o nosso trabalho”, disse.

A igreja Incluir em Cristo tem em média 20 pessoas que frequentam os cultos, mas o pastor diz que muitos acompanham de longe pelas redes sociais e telefone com medo de sofrerem preconceito.

A Bíblia é antiga

Ao sustentar a base da igreja inclusiva, o pastor Alessandro diz que há muitas coisas na Bíblia que são antigas, o que daria aval para desconsiderar os versículos que condenam a homossexualidade.


“O antigo testamento mostra diversas coisas que seriam proibidas, como comer camarão, ou o fato da mulher ser isolada no período menstrual, e até mesmo a morte aos filhos rebeldes. Essas escrituras são antigas e, por isso, é preciso voltar no tempo para contextualizar e aplicar nos tempos atuais”.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"