chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Pastor da Assembleia de Deus é executado no interior da Bahia

Foi assassinado na manhã desta quinta-feira, 20, por volta de 9h30, o pastor Giovanni Lopes Gagliano, de 48 anos, que foi vice-prefeito do município de Aurelino Leal.

_Aurelino-Leal

Giovanni estava na porta de sua residência, no município de Santo Antônio de Jesus (a 185 km de Salvador), quando foi atingido por sete tiros.

A polícia civil do município investiga o crime, cuja motivação pode ter sido por questões políticas. A vítima morava na Rua da Conceição, no bairro do São Benedito, no centro da cidade.

O pastor Lindomar, amigo da vítima, contou que recebeu um telefonema da cunhada de que Giovanni estava conversando com um vizinho, quando um veículo se aproximou e os ocupantes dispararam os tiros. “O pastor Giovanni trabalhava num Centro de Recuperação de drogados em Santo Antônio de Jesus e era uma boa pessoa, que ajudava os necessitados”, contou. Amigos, fiéis e vizinhos da vítima relataram que ele não sofria ameaças e não sabem os motivos do crime.

Em 2011, Giovani foi vice-prefeito de Aurelino Leal, na época em que mataram o então prefeito da cidade, Gilberto Andrade, e foi um dos suspeitos. O pastor foi a júri popular e absolvido pela justiça. Ele estava enquadrado na lei da Ficha Limpa. Giovanni Gagliano pastoreava a Igreja Evangélica da Assembleia de Deus, na Avenida Barros e Almeida.

Fonte: Assembleiano
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"