chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quinta-feira, 18 de julho de 2013

José Junior acusa Marcos Pereira de estar por trás do incêndio no AfroReggae

O advogado nega as acusações e lembra que o religioso está preso só recebendo visitas de sua filha e irmã.

José Junior acusa Marcos Pereira de estar por trás do incêndio no AfroReggae
José Junior acusa Marcos Pereira de estar por trás do incêndio no AfroReggae

Na madrugada desta terça-feira (16) uma pousada do AfroReggae que seria inaugurada em agosto no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, pegou fogo. O coordenador do grupo, José Júnior, foi chamado para prestar depoimento na polícia e aproveitou para ligar o incidente com o pastor Marcos Pereira, preso desde maio em Bangu 2 sob acusações de estupro.

“Eu e o AfroReggae passamos a ter problemas desde que fiz aquelas acusações contra o pastor. As constantes ameaças contra alguns membros nossos; o ataque à UPP Vila Cruzeiro antes da corrida Desafio da Paz, em maio; e agora esse incêndio… nada disso é coincidência”, afirmou.

José Júnior diz que não tem dúvidas de que o fundador da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) tem parte com o crime organizado da cidade. “Tudo faz parte de uma estratégia do pastor de nos atingir”.

As declarações foram dadas à imprensa antes que o coordenador da ONG prestasse depoimento na 22ª Delegacia de Polícia (Penha) onde o caso do incêndio está sendo investigado. Até o momento a polícia só conseguiu identificar um homem que supostamente teria participado, Wagner Moraes da Silva, 20 anos, teve 30% do corpo queimado e foi hospitalizado.

Não há indícios de que o acusado tenha participado do crime, mas a polícia não tem dúvidas de que o incêndio foi provocado. “Achamos uma lata de combustível no local”, disse o delegado Reginaldo Guilherme citando que o prédio tem três andares e que apenas o primeiro e o terceiro, onde funcionava o jornal comunitário Voz da Comunidade, foram atingidos.

“O ferido não tem antecedentes criminais. Precisamos descobrir se ele tem alguma ligação com o tráfico ou com o pastor, e também a motivação do incêndio. Se o objetivo era apenas furtar os objetos, por que ele não pegou as coisas e foi embora?”, questionou o delegado.

O advogado de Marcos Pereira, Marcelo Patrício, diz que é impossível que seu cliente tenha orquestrado esse incêndio. “Somente na semana passada que o pastor passou a receber a visita da filha e da irmã. Como a gente não acreditava que ele ficaria muito tempo preso, elas demoraram a pedir a autorização para visitá-lo na cadeia. Até então, ele só recebia os advogados. O pastor não tem o dom da telepatia, e é impossível que ele tenha orquestrado esse incêndio”.

Patrício vê exagero nos depoimentos de José Júnior e ironiza dizendo: “Daqui a pouco Júnior vai acusá-lo de ser o responsável pela derrubada do World Trade Center”.

Fonte: Gospel Prime 
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"