chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Bairro do Brás em São Paulo vê duplicar o número de templos evangélicos

Bairro do Brás em São Paulo vê duplicar o número de templos evangélicos

Apesar do aumento de igrejas o bairro é o mais católico da região central da cidade
Bairro do Brás em São Paulo vê duplicar o número de templos evangélicos

O bairro do Brás, em São Paulo, tem atraído nos últimos anos dezenas de igrejas evangélicas. Em alguns metros percorridos é possível encontrar igrejas pentecostais, neopentecostais e tradicionais. O tamanho dos templos também é variado, e é possível encontrar pequenas igrejas e até mesmo sedes que reúnem milhares de fiéis todos os domingos.

É nesse bairro que está localizada a Igreja Mundial do Poder de Deus que recebe cerca de 10.000 pessoas no culto aos domingos. O prédio que deve ser interditado pela prefeitura, era onde funcionava uma fábrica de embalagens metálicas da família Matarazzo, desativada desde 1996.

Não muito longe dali encontramos outras grandes igrejas, como a sede da Assembléia de Deus do Brás-Madureira, liderada pelo pastor Samuel Ferreira. Localizada na Av. Celso Garcia, o templo tem capacidade de receber 5.000 pessoas.

Quase em frente está o Cenáculo do Espírito Santo da Igreja Universal do Reino de Deus que tem capacidade para receber 4.000 pessoas por culto e em breve, na mesma avenida estará funcionando o Templo de Salomão, um projeto ambicioso da IURD que ocupa quase um quarteirão e terá espaço para receber mais de 10.000 membros.

Quem passa pela avenida Celso Garcia nota o crescente número de igrejas evangélicas naquela região. De acordo com uma reportagem da revista Veja, em seis quarteirões dessa avenida é possível encontrar oito igrejas.

Nascimento de novas igrejas

A reportagem destaca que o crescimento de novos ministérios acontece por rachas em denominações maiores como atesta um sociólogo. “Atualmente, existe uma absoluta fragmentação religiosa”, diz Gedeon Freire de Alencar, sociólogo especializado no pentecostalismo brasileiro. “O pastor faz parte de uma facção. Se começa a não gostar do modelo, sai e monta outro”, explica.

 

Bairro bem localizado

A explicação para o crescimento de tantas igrejas evangélicas na região do Brás está na localização facilitada pelo acesso ao transporte público como a estação Bresser-Mooca no metrô e as linhas de ônibus que ligam aos terminais onde é possível chegar a qualquer parte da cidade.

Apesar do aumento de evangélicos, o Brás ainda é o bairro mais católico de todos os dez distritos da região central de São Paulo (62% dos habitantes) segundo uma pesquisa do Instituto Datafolha de 2008.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"