chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Assembleia de Deus em Mato Grosso prepara filiação em massa no Partido Social Cristão

Assembleia de Deus em Mato Grosso prepara filiação em massa no Partido Social Cristão

A ideia e fazer com que o partido tenha 60 mil filiados, o que pode gerar baixa em outros partidos
Assembleia de Deus em Mato Grosso prepara filiação em massa no Partido Social Cristão

O Partido Social Cristão (PSC) vai receber inúmeras filiações de membros da Assembleia de Deus até o final de setembro. O movimento está sendo articulado pelas  lideranças da Igreja Assembleia de Deus, em Mato Grosso, visando as eleições de 2012 e 2014.

A ideia inicial é somar 60 mil filiados neste ano e , futuramente, fazer frente ao poder político da Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, que tem infiltração no PRB e é liderado nacionalmente pelo senador Marcelo Crivella, do Rio de Janeiro.

De acordo com a  Midianews, toda a articulação é liderada pelo suplente de deputado federal Victorio Galli, atualmente no PMDB, com apoio do deputado estadual Sebastião Rezende (PR).
A filiação de evangélicos do PSC também é liderada por Manoel Abílio Mourmer Ribeiro, filho do pastor Sebastião Rodrigues de Souza, vice-presidente nacional da Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

“Toda essa articulação vai gerar uma grande novidade no cenário político. A ideia é agregar seguidores da Assembleia de Deus, mas outros evangélicos não estão impedidos de somar ao projeto. Seremos um partido pautado no valor cristão, buscando valorizar o próximo apostando na melhoria da qualidade de vida do cidadão”, informou uma fonte, que, por enquanto, prefere ficar no anonimato.

Para alcançar sucesso nas urnas o partido pode usar a estratégia de usar nomes conhecidos dos eleitores o que pode provocar uma baixa em diversos partidos. Entre os nomes que podem aparecer está o da ex-vice-prefeita de Cuiabá, Jacy Proença, do ex-comandante geral da Polícia Militar, Orestes Oliveira, e do segundo suplente do PT na Câmara de Cuiabá, Oséas Machado de Oliveira.

Embora o petista seja integrante da Igreja Batista, é forte a chance de ele migrar para o PSC. Ele obteve 2.743 votos na eleição municipal de 2008.

Outro nome que também é cotado para concorrer as próximas eleições é do empresário Valdinei Iori, que concorreu na última eleição a deputado federal pelo PSDB, já é dado como certo no PSC. Até mesmo o  pastor José Marcos, que é filiado ao DEM, pode mudar de partido.

Até 2014, o grupo ainda trabalha com a possibilidade de inclusão do vereador por Cuiabá, Misael Galvão (PR), que obteve 3.069 votos na eleição de 2008 e assumiu uma vaga na Câmara, em função da nomeação de Francisco Vuolo (PR) para o secretariado do governador Silval Barbosa (PMDB).

Fonte: Gospel Prime
Com informações Midia News
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"