chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quinta-feira, 25 de abril de 2013

“Missionária do aeroporto” evangeliza em Aracaju

Com um salário mínimo ela mantém uma quitinete em Brasília e usa o que sobra para fazer as viagens de missão.

“Missionária do aeroporto” evangeliza em Aracaju
"Missionária do aeroporto" evangeliza em Aracaju

Quem passou pelo Aeroporto Santa Maria em Aracaju (SE) deve ter visto a missionária Isaura Lima Lopes, 79 anos, usando mensagens para evangelizar a todos que passam por ela.

A aposentada “mora” nos aeroportos há 20 anos e diz que a decisão de sair de sua casa em Brasília para viajar levando a mensagem de Deus foi uma inspiração divina.

“Recebi um chamado de Deus”, disse ela em uma entrevista feita pela equipe do G1. Para poder fazer perguntas e ter respostas, a jornalista precisou escrever as perguntas em um papel, já que a aposentada tem problemas de audição.

Seu trabalho nos aeroportos se dá em conversar com Deus e com as pessoas. “Eu fico olhando para cima, conversando com o Senhor que geralmente me dá mais inspiração à noite. As pessoas que passam se interessam, conversam comigo e pedem orações. Espero ajudar muitas almas a se salvarem ao trazê-las para mais próximo de Cristo”.

Apesar da idade e dos poucos recursos financeiros, a idosa pretende sair de Aracaju nesta quinta-feira (25) e seguir para Salvador (BA). Os demais destinos que ela fará nos próximos meses são: Campinas (SP) e Porto Alegre (RS).

Para conseguir sobreviver como missionária de aeroportos, Isaura reserva R$200 que sobram da sua aposentadoria. Com um salário mínimo que recebe ela paga o aluguel de uma quitinete, a água e luz do local e ainda três empréstimos feitos para custear as passagens aéreas.

“Os R$ 200 que resta daria para eu sobreviver se estivesse em casa, mas nos aeroportos é tudo muito caro”, revelou a idosa que em Aracaju recebeu ajuda dos funcionários.

“Aqui em Aracaju o pessoal da segurança tem me ajudado bastante. Eu não peço nada a ninguém, mas Deus toca o coração dessas pessoas e elas me ajudam trazendo lanches”.

Para tomar banho ela utiliza os banheiros dos aeroportos e quando não há chuveiros ela improvisa um banho nos sanitários adaptados para deficientes físicos. Panos molhados servem para manter a higiene diária. Já para dormir, a aposentada não se incomoda de passar noites nas cadeiras nada confortáveis dos aeroportos.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"