chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

segunda-feira, 25 de março de 2013

Ovo de chocolate “evangelístico” quer resgatar o verdadeiro sentido da Páscoa

Saboroso instrumento de pregação será vendido nos supermercados

Ovo de chocolate “evangelístico” quer resgatar o verdadeiro sentido da Páscoa
Ovo de chocolate "evangelístico" quer resgatar o verdadeiro sentido da Páscoa

A Meaningful Chocolate Company, empresa de chocolates sediada em Manchester, Inglaterra, conseguiu mesclar duas tradições da Páscoa em um mesmo produto. Temendo que o feriado que lembra a morte e ressurreição de Cristo, seja ignorado pelas crianças em favor do coelhinho e dos ovos de chocolate, decidiu produzir o “The Real Easter Egg” [O Verdadeiro Ovo da Páscoa].

O ovo com 125 gramas de chocolate traz em sua caixa a história da crucificação e ressurreição estampada na embalagem numa linguagem acessível às crianças. Cada unidade é feita com manteiga de cacau natural e gordura vegetal orgânica. Parte do lucro obtido com as vendas será doado a instituições de caridade cristãs como a Baby Lifeline, que ajuda mães e bebês recém-nascidos carentes. O ovo custa 4 libras esterlinas (cerca de 12 reais).

A ideia é usar a tradição do Ocidente para essa época e “celebrar Jesus”, como indica a embalagem. O produto foi lançada em 2010, quando a Igreja Anglicana, a mais importante da Inglaterra, estimulou que seus membros, bem como alunos de escolas ou outras instituições ligadas a ela, encomendassem o ovo pela Internet. Foram vendidas mais de 70.000 unidades.

Tradicionalmente, a ideia do ovo é simbolizar a vida e o novo renascimento. Porém, o reverendo Nigel McCulloch, bispo anglicano de Manchester, disse: “Esperamos que todos os supermercados comercializem o primeiro e único ovo de chocolate no Reino Unido que realmente explica o significado da Páscoa. Como faremos doações a obras sociais, ele nos ajuda a pensar sobre os temas cristãos da Páscoa, como esperança e vida nova”.

O produto é politicamente correto, com selo de “fair trade” [comércio justo], que comprova que os plantadores de cacau receberam um preço justo. Eles, por sua vez, evitam usar pesticidas e agrotóxicos nas suas plantações.

A grande novidade para este ano é o fato de quase todos os grandes supermercados do Reino Unidos aceitarem vender o “The Real Easter Egg”. A decisão foi comemorada pelos líderes da Igreja Anglicana como “um marco”, pois eles esperam vender mais de 200.000 ovos religiosos.

O bispo anglicano de Hereford, Anthony Priddis, disse: “Estou muito contente que tenham levado nossa proposta a sério… Eles irão nos ajudar distribuir um ovo que explica o entendimento religioso da Páscoa na caixa e ao mesmo tempo apoia projetos de caridade”. David Marshall, da Meaningful Chocolate Company, vai além: “Nosso objetivo é mudar o mercado de ovos de Páscoa para sempre, tornando-a mais espiritual, mais generoso e mais fiel às Escrituras”. Eles já pensam em lançar o produto em outros países da Europa.

Chamado de “um saboroso instrumento de pregação”, o ovo surge para o grande público em meio a uma crescente oposição ao cristianismo no Reino Unido. Apesar de ser a religião oficial do país, os cristãos estão vendo surgir novas leis no país que, com a justificativa de promover igualdade, acabam por restringir a pregação pública. Segundo o especialista em questões religiosas, Massimo Introvigne: ”A liberdade religiosa inclui a liberdade de culto dentro de uma igreja, mas também a liberdade de pregar fora dela”. Com informações Daily Mail.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"