chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

sábado, 28 de janeiro de 2012

Bíblia traduzida para dialeto africano gera controvérsias

Enquanto religiosos comemoram o lançamento, críticos dizem que o idioma não traduz o sentido sacro das Escrituras

Bíblia traduzida para dialeto africano gera controvérsias

A  Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) estará lançando em 6 de agosto uma versão da Bíblia traduzida para o idioma patois, também chamado de creole, usado na Jamaica. Mas o que é comemorado por muitos como um avanço, é criticado por outros que acreditam que essa linguagem é vulgar.

O patois foi criado pelos escravos africanos para que os colonos ingleses não soubessem do que eles estão falando e ainda hoje muitas crianças precisam ser alfabetizadas em inglês, idioma oficial do país, por só conhecerem o patois.

Ao traduzir a Bíblia para esse idioma a SBU acredita que estará aproximando a Palavra de Deus da população, mas o projeto que será lançado na data de comemoração da independência da Jamaica está gerando controvérsia.

Os que contestam a tradução da Bíblia para o patois dizem que essa língua dilui a palavra de Deus e argumentam que o inglês é insubstituível. Além disso, eles alegam que o patois é uma linguagem vulgar que não traduz o sentido sacro do Livro Sagrado.

Já os líderes religiosos da Jamaica acreditam que esse lançamento vai aproximar as pessoas da Bíblia porque traz um livro em seu idioma materno, sendo assim vai ajudar a resgatar a identidade nacional. Até mesmo o site Protestante Digital da Espanha se pronunciou sobre o caso apoiando o projeto.

Os tradutores do texto sagrado também concordam que estão resgatando a identidade daquela região ao lançar uma Bíblia na língua patois. Esses tradutores explicaram que essa língua tem um ritmo próprio, formas verbais e regras gramaticais sólidas, que outorga aos jamaicanos um sentido de pertença muito particular.


Fonte: Gospel Prime
Com informações ALC
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"