chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Projeto quer tornar Bíblia obrigatória nas escolas de Recife


Projeto quer tornar Bíblia obrigatória nas escolas de Recife
Projeto quer tornar Bíblia obrigatória nas escolas de Recife

Um projeto que tramita na Câmara de Vereadores de Recife (PE) pretende tornar a Bíblia obrigatória nas escolas e nas instituições de ensino superior, quer sejam públicas ou privadas.

O projeto é de autoria da vereadora Aimée Carvalho (PSB) e também exige que exemplares da Bíblia estejam disponíveis nas bibliotecas públicas da capital pernambucana.

O texto foi apresentado em novembro de 2013 e deve ser votado no mês de fevereiro. O projeto visa colocar em cada uma dessas instituições duas edições do Livro Sagrado, uma em português e outra em Braille para a consulta dos alunos.

Ao apresentar sua proposta, a vereadora lembra que a Bíblia foi o primeiro livro impresso do mundo e oferece ensinamentos importantíssimos para a sociedade.

Na justificação, Aimée afirma que a Bíblia “irá enriquecer as bibliotecas, pois os ensinamentos norteiam as atitudes humanas e até servem para a consulta de cientistas. A violência diminui e a prosperidade aumenta”.
Apesar de obrigar que essas instituições tenham dois exemplares da Bíblia, a leitura não é obrigatória. “Entendemos que o estado é laico”, afirma a vereadora.

Projeto não fere a Constituição


O jornal “Diário de Pernambuco” consultou o professor de direito constitucional da Unicap, Marcelo Labanca, para saber se a proposta da vereadora não vai de encontro com a Constituição Federal.

Para o professor, não há inconstitucionalidade na proposta de Aimée Carvalho. “Ele [projeto] amplia o acesso à informação, um papel do Estado, mas não faz com que isso seja instrumento de pregação. Religião não pode ser um tabu para o conhecimento. O aluno pode ter acesso a diversos instrumentos religiosos para que possa escolher”.

Arquidiocese faz ponderações


Em entrevista ao jornal pernambucano a Comissão Arquidiocesana e Pastoral para a Educação da Arquidiocese de Olinda e Recife fez algumas ponderações sobre o projeto da vereador do PSB: A Bíblia a ser adotada será católica ou evangélica?

Além desse questionamento, a instituição também alerta que estudantes de outras religiões também poderão requisitar o direito de ter seus livros sagrados postos obrigatoriamente nas bibliotecas.

“O estado é laico, mas não é ateu. Sabemos que 98% da população brasileira admitem ter fé, segundo o IBGE. É interessante que tenhamos a Bíblia nas escolas, mas estudantes de outras religiões como a muçulmana e a hindu podem requisitar o mesmo direito.”
,

A vereadora respondeu a pergunta dizendo que não vê problemas em colocar Bíblias católicas e evangélicas nas bibliotecas, assim como votaria favoravelmente ao projeto de inserir livros de outras religiões.

“Sou evangélica, mas legislo para a cidade. Se outro vereador propuser livros de outras religiões, inclusive, irei votar”, garantiu.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"