chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Templo da Assembleia de Deus é atacado pela segunda vez em um mês

Extremistas hinduístas atacam os cristãos com a acusação de “conversões forçadas”

Templo da Assembleia de Deus é atacado pela segunda vez em um mês
Templo da Assembleia de Deus é atacado pela segunda vez em um mês

Pela segunda vez este mês, a igreja Assembleia de Deus em Kalva, no estado indiano de Maharashtra, foi atacada por radicais hindus. Em meio ao culto do dia 6, o pastor Arul Raj foi atacado no púlpito, espancado e levado até o posto policial com falsas acusações.

A polícia disse que não havia crime em pregar o cristianismo e colocou dois policiais para vigiar o local de culto. Mesmo assim, eles não conseguiram evitar um novo ataque no último domingo (27).

Um grupo de 35 extremistas hindus, pertencentes ao grupo “Bajrang Dal” armados de paus e barras de ferro, invadiram o templo novamente. Eles saquearam o local espancaram os fiéis presentes, incluindo o pastor Ajay Kasbe, que pregava para cerca de 100 pessoas. Quatro líderes cristãos presentes ficaram gravemente feridos (os irmãos Rajesh, Ajay e Gulab Vishwakarma, além de Shambhunath Yadav).

A acusação deles é que a igreja realizava “conversões forçadas”. Até o momento, a polícia só identificou e prendeu cinco dos militantes. O ocorrido iniciou uma onda de terror nas igrejas da região, unindo católicos e evangélicos. Joseph Dias, representante dos católicos, admitiu: “Está claro que se trata de uma tentativa de polarizar a sociedade por causa da religião, em vista das eleições gerais na Índia. Pedimos ao Ministro do Interior de Maharashtra, Raosaheb Ramrao Patil, que garanta a proteção a todas as igrejas e puna severamente os que buscam desencadear um conflito religioso”.

O crescente movimento de perseguição em algumas regiões da Índia é promovido pelo Bharatiya Janata, partido ultranacionalista hindu que apoia grupos extremistas acusados de violência e perseguição contra as minorias étnicas, sociais e religiosas em todo território indiano. No início de 2014 ocorrerão eleições no país e uma das plataformas políticas é a mudança na lei religiosa.

Segundo país mais populoso do mundo, com mais de um bilhão de habitantes, a Índia é majoritariamente hinduísta. Uma lei anticonversão está sendo debatida e pode marcar definitivamente a história da nação milenar. Caso seja aprovada, deve alterar a Constituição indiana, que assegura a liberdade religiosa. Com informações de Fides e Persecuted Church.

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"