chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

domingo, 6 de março de 2011

PERSEGUIÇÃO| Seis pastores são assassinados em Honduras

Pastor Carlos Roberto Marroquín


Cristãos temem que igreja evangélica seja alvo de um ataque contra a obra no país

Os cristãos de muitas igrejas evangélicas em Honduras temem que estão sendo perseguidos após o assassinato de vários pastores nos últimos meses. De acordo com a Compass Direct News, o pastor Carlos Roberto Marroquín foi baleado na semana passada enquanto caminhava perto de seus cachorros para sua casa no bairro Aurora Colônia de San Pedro Sula, a segunda maior cidade do país.

Marroquín foi pastor fundador da Igreja Pentecostal de Deus, em San Pedro Sulam e uma figura proeminente em outras organizações cristãs, incluindo a Rede Latino-Americana de Advogados Cristãos. A polícia está tratando o caso do pastor como uma vítima de roubo quando os dois pistoleiros supostamente pediram para o pastor, 41 anos, entregar seu telefone celular.

No entanto, alguns cristãos temem que igreja evangélica seja alvo de um amplo ataque contra a obra da igreja no país. Pastor Roy Santos foi citado pela Compass Direct, dizendo que não acredita que o pastor Marroquín foi roubado, mas, sim, que foi assassinado. "As autoridades têm de agir. Ele era um homem que anunciava uma mensagem de esperança".

Misael Argeñal, um pastor do Ministério Harvest, desafiou as autoridades a lançar uma investigação completa sobre o assassinato do pastor Marroquín e outros obreiros. "Há seis pastores que morreram em Honduras nos últimos meses. Deve haver um projeto, uma escalada. As autoridades têm de investigar quem está por trás de tudo".

Oswaldo Canales, presidente da Associação Evangélica de Honduras, disse que Marroquín tinha recebido ameaças de morte antes do tiroteio, embora tenha acrescentado que isso não era incomum para os pastores da igreja evangélica. "Nós sempre estivemos sujeitos a ameaças, temos estado na mira dos que não estão em sintonia com o nosso pensamento", disse ele. Marroquín é o segundo pastor assassinado em Honduras este ano. Raymond Fuentes, o pastor de 43 anos da Nova Jerusalém, foi assassinado em 30 de janeiro. Sua morte ocorreu poucos dias após o assassinato da filha de um pastor evangélico.
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"