chat da radio gospel hits brasil

Filme: "Renúncia, Suas escolha definem seu futuro"

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Evangelista atravessa país a pé pregando o avivamento

Acreditando que o fim se aproxima, cristão faz esforço histórico

Evangelista atravessa país a pé pregando o avivamento
Evangelista atravessa país a pé pregando o avivamento

Jim Buckley andou de uma extremidade à outra dos Estados Unidos para informar as pessoas sobre o que poderia ser a mensagem final de Billy Graham para o mundo.

“Há muita abertura para Jesus no mundo”, disse Buckley, 67, que caminhou mais de 5 mil quilômetros de sua casa na Califórnia até a Times Square, em Nova York. Durante o trajeto, contava às pessoas sobre a visão anunciada por vários evangelistas renomados sobre um possível “grande despertar espiritual” nos Estados Unidos.

“Eu acho que Billy Graham está certo. Não só é a América que está pronta para outro Grande Avivamento. Quem sabe até já tenha começado”, afirma.

Além dele, outras pessoas têm feito grandes esforços evangelísticos este ano por acreditar que esse será o avivamento final, antes do fim do mundo. No início deste mês, Billy Graham conduzirá a cruzada televisiva “Minha Esperança” nos Estados Unidos.

O evangelista que já pregou para um número estimado em mais de dois bilhões de pessoas completa 95 anos dia 7/11, data que o programa irá ao ar em todos os Estados americanos. Além do canal Fox e de diversas emissoras de TV e rádio cristãs, haverá transmissão pela internet para o mundo todo.

A profecia de um grande mover está sendo divulgada por líderes influentes como Billy, seu filho Franklin Graham, Reinhard Bonnke, Greg Laurie e Luis Palau. Para eles, poderemos ver em breve o “grande despertar espiritual ” antes do final dos tempos.

Como parte desse esforço, Jim Buckley, um dos pastores da Primeira Igreja Cristã de Newbury Park, decidiu andar a pé de uma costa a outra dos EUA, para alertá-las. Ele conta que a ideia surgiu um dia em que fazia sua caminhada matinal.

“Voltando para casa, eu disse à minha mulher: ‘Acho que Deus quer que eu caminhe por toda a América’, conta. Dia 1 º de abril, Buckley começou seu trajeto, trilhando uma média de 22 quilômetros por dia. Sua mulher o acompanhou, mas a bordo do carro da família.

“Passamos por estradas secundárias, atravessando cidades pequenas, escolhendo onde poderíamos caminhar em segurança. Paramos muitas vezes para conversar com as pessoas. Ficamos impressionados com o que vimos na estrada e nas igrejas. Alguma coisa está acontecendo”, explica o pastor.

“Há uma fome espiritual”, disse Buckley. “As pessoas estão dispostas a falar sobre Jesus”. Antes da viagem, o pastor criou um site para registrar sua aventura e difundir a mensagem de Jesus. Ele dedicou bastante tempo de sua viagem para divulgar a cruzada de Billy Graham e pedir que mais cristãos usem isso para evangelizar. “É importante por que é bíblico. A igreja primitiva se reunia nas casas”.

Buckley tem um bom motivo para se envolver com a cruzada evangelística. Durante sua viagem a pé, ele comemorou 50 anos de conversão. Dia 25 de agosto de 1963, aceitou Jesus em uma cruzada conduzida pelo famoso pregador.

“Naquela noite, Billy Graham pregou sobre a Segunda Vinda de Cristo”, lembra. “Havia 60 mil pessoas lá. Ele fez um convite e abri meu coração. Eu disse: ‘Senhor, eu vou para onde quer que você me mande’, mas eu não tinha ideia de que um dia eu estaria andando em toda a América.”

Para ele, não há dúvidas que Graham está correto sobre a convergência de sinais que apontam para o fim dos tempos em breve. “As pessoas devem esta prontas. Decida hoje. Você pode não ter amanhã. Decida agora. Não espere mais”.

Recentemente, surgiram vários pregadores apontando para o cumprimento de sinais proféticos. Billy Graham afirmou: “A Bíblia indica que, com a proximidade do retorno de Cristo, o mal e o caos social iria se intensificar. Estamos vivendo esses dias? Só Deus sabe o futuro e a resposta a essa pergunta. Ao mesmo tempo, muitos dos sinais ou eventos que Jesus disse que ocorreriam antes de seu retorno certamente estão ocorrendo. Nunca antes, por exemplo, foi possível levar o evangelho a praticamente todos os cantos do mundo, como Jesus predisse como sinal do fim (veja Mateus 24:14). ” Com informações WND.

Assista:

Fonte: Gospel Prime
Ocorreu um erro neste gadget

sate da radio

sate da radio
"Evangelizando Povos e Nações"